coluna

Pão & Circo

Pão & Circo

Nem tão santificada como o pão, nem tão carnavalesca quanto o circo. O cotidiano da cidade e de suas pessoas, a notável das coisas simples. Uma coluna aberta a seu tempo onde a versão é mais importante que o fato. Contato com o colunista: stavares@tce.pb.gov.br

DILMA ESTARRECIDA

 Perversos esses técnicos do FMI, tão perversos que deixaram nossa presidente estarrecida com o anúncio da queda ainda maior que a prevista no PIB deste ano. A presidente, claro, não sabia de nada e ficou boquiaberta com essa constatação do FMI que desmente todo seu mantra de retomada do progresso. Não é de hoje que Dilma não sabe de nada. Ela não soube nada sobre a compra da refinaria pela Petrobras nos Estados Unidos, como não sabia nada sobre a patifaria que se praticava na empresa com um desvio monstruoso de dinheiro público repartido entre diretores da estatal e o bravo PT. Mas Dilma não sabia de nada encastelada no seu constante mau humor.

Há uma tentativa do governo de minimizar todos os problemas. Lula disse que a crise que arrastou o mundo à quase falência era uma “marolinha”. Dilma recusou-se a ouvir todos os avisos sobre os desastres e econômicos, entretida que estava na campanha. Bastava que ela assistisse ao programa de Aécio para saber que andávamos pela beira de um perigoso abismo. Adiamos todos nossos sonhos para o ano seguinte, mesmo com todas as informações de que 2016 seria talvez mais terrível que seu antecessor e que os problema iriam aumentar, e com isso o fracasso da economia seria brutal. Mas, mesmo assim, Dilma ficou estarrecida com a novidade do FMI.
Há de se perguntar o que foi feito até agora para reverter essa situação em que a incompetência de Dilma e sua equipe nos meteram. Medidas tíbias, mutiladas pelo Congresso, a troca do ministro da Fazenda por um obediente e servil auxiliar, nada que trouxesse em seu bojo a confiança de volta, nada que apontasse novos caminhos ou ao menos sugerisse alternativas. Então vamos cair e cair mais. E nem temos a certeza de que em 2017 retomaremos ao crescimento, pois a economia não se resolve sozinha, sem uma ação efetiva do governo e a participação confiante de toda a sociedade.
 
Dilema
O PT paraibano debate-se entre dois dilemas. Um seria lançar a candidatura própria, mesmo com um nome que não comove nem empolga como o do presidente Charliton Machado, e cumprir a norma nacional de disputar o maior número possível de eleições municipais para marcar a presença do partido um tanto decadente.
A outra opção é colar-se à candidatura do PSB, com João Azevedo, e com isso colher as sobras numa possível vitória, já que o partido perdeu a prefeitura depois que Cartaxo desligou-se do PT.
Duas correntes divergem e terçam armas numa disputa que com certeza levará o partido desunido até a eleição, o que não é novidade tratando-se do PT. Mas a briga local é inócua, pois a decisão virá da instância nacional.
 
 
Poder
O deputado Hervázio Bezerra parece que foi talhado para a função de líder do governo. Ele endossa todas as medidas governamentais e às vezes é mais governo que Ricardo.
Sobre a equipe que comandará o calote oficial aos fornecedores, ele reafirma que é prerrogativa de Ricardo escolher quem vai compor essa tropa de choque.
Reafirma que poder é poder, e ai de quem ao menos achar ruim...
 
Estranha
Como ficará Veneziano caso se concretize a junção na capital entre PSDB e PMDB.
Ele perderá metade de seu discurso contra Romero em Campina, com seu partido aliado aos tucanos em João pessoa.
 
De olho
O TRE de olho na contratação de funcionários temporários nesse ano eleitoral.
Esses cabos eleitorais normalmente são contratados com a explicação de necessidade urgente para continuação do serviço.
 
Minorando
As fortes chuvas caídas no interior do Estado podem reforçar a bacia do açude Epitácio Pessoa que estava à beira de um colapso.
Seria uma noticia alvissareira para Campina Grande.
 
Esquerda
Talvez para lembrar os tempos da esquerda braba de passeatas e correria com a polícia, o governador Ricardo visita a seleção russa de nado sincronizado. O clima pode não estar esquerdizado, mas ta ruço.
 
Pândegos
De Gaulle não disse, mas deveria ter dito. Não somos um país sério. Todo o clamor pela queda de Dilma acabou com uma moça sendo eleita Rainha do impeachment. Com os seios de fora.
 
Banda
Vejo no periódico oficial que o Estado vai fomentar a banda larga da internet em todo território com fibra ótica.
Como estamos em ano eleitoral, esperamos que o programa não tenha o mesmo fim do 'Jampa Digital'.
 
Frases...
Culpa - Todos os ausentes são os culpados.
 
Doando - Deus lhe tira alguma coisa para mostrar que foi ele quem lhe deu.
 
Terminal - A última coisa que quero fazer na vida é morrer.