Conheça a versão em audio do Jornal da Paraíba

Um novo
jornal, para
os melhores
leitores.

Assine já
Política

Ricardo Marcelo diz que AL não votará empréstimo sob pressão

Deputado disse que Assembleia é um órgão responsável e não vai fazer nada de forma abrupta.

Compartilhe
Divulgação

O presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Marcelo (PSDB), falou nesta terça-feira (31) sobre o impasse em torno do projeto que o Governo do Estado pede para ser avalista de um empréstimo de R$ 150 milhões da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa). Em entrevista ele, disse que o Legislativo não vai votar nada sob pressão. O deputado preferiu não responder as declarações em tom de ameaça dadas pelo governador Ricardo Coutinho (PSB).

“'Nós podemos aprovar de forma abrupta menção de qualquer poder, nós temos que avaliar para fazer depois a aprovação ou desaprovação”, disse o presidente Ricardo Marcelo. “A Assembleia é um órgão fiscalizador e não pode de forma irresponsável contemplar quem quer que for”, completou o deputado.

Sobre as declarações dadas por Ricardo que no final de semana disse que o que acontecesse com a Cagepa seria culpa da Assembleia, o presidente preferiu não criar polêmicas. “O governador foi deputado e sabe da responsabilidade que a Assembleia tem, esse não é o momento de estar jogando farpas”, ressaltou.

Ele explicou também que a votação da matéria será feita com quórum qualificado, ou seja para o parecer da Comissão de Orçamento da Assembleia ser derrubado no plenário será necessário 22 votos.