Fabi Cavalcanti
Miguel Cavalcanti

Motivos para não dar “trancos” em seu cão

É comum ver tutores, adestradores e até passeadores dando trancos (puxões) na guia dos cães para que eles não puxem no passeio.

O fato é que esses trancos fazem com o que o cão pare momentaneamente, mas não o ensinam como ele deve andar.

O cão para de puxar por sentir dor ou desconforto e quando o agente da “correção” sai de cena, o cachorro repete o mesmo comportamento.

Isso quer dizer que o cachorro não aprendeu como deve se comportar, ele só não quer levar uma punição.

Trancos/ puxões na guia podem trazer algumas consequências para seu cão:

. Lesoes na traqueia

. Problemas na coluna

. O cão aprende que o uso da força é a melhor solução pra resolver conflitos, aumentando a probabilidade de uma reação agressiva.

.O cão obedece por medo e não por respeito, interferindo negativamente no vínculo entre cão e tutor.

Tranco é um método ultrapassado de “corrigir” maus comportamentos que pode, futuramente, agravar uma reatividade e/ou contribuir pra que haja manifestação de uma agressividade latente.

Não faça isso com seu cãozinho e não permita que façam!

Estude, busque alternativas positivas e bons profissionais para ensinar o que gostaria de seu cão fizesse ao invés de punir o erro.