Dois candidatos são presos suspeitos de fraudar concurso público de Cabedelo

Os dois foram conduzidos em flagrante para a Central de Polícia, na capital.  

Foto: Divulgação
Foto: divulgação

Dois homens foram presos na tarde deste domingo (16) suspeitos de tentar fraudar o concurso público da Prefeitura de Cabedelo, localizada na Grande João Pessoa. Eles foram flagrados com ponto eletrônico em dois locais distintos, uma faculdade particular em Intermares, em Cabedelo, e o outro no bairro do Valentina de Figueiredo, em João Pessoa. Os dois foram conduzidos para a Central de Polícia, na capital.

O candidato que fez provas em Intermares, natural de Pernambuco, foi abordado pelos fiscais do concurso após revelar comportamento suspeito. Ele foi revistado e acabou confessando o crime. O candidato informou que adquiriu o produto com um homem em frente ao local de prova. Ainda segundo o candidato, ele pagaria R$ 5 mil, caso fosse aprovado no concurso.

Após receber voz de prisão, o candidato foi primeiramente encaminhado para o Hospital de Trauma de João Pessoa para retirada do aparelho do ouvido, já que ele não conseguiu retirá-lo sozinho. Logo após foi conduzido para a Central de Polícia, onde foi liberado após a familiar pagar fiança.

O segundo caso, registrado no Valentina de Figueiredo, também foi encontrado com o suspeito um ponto eletrônico e um cartão receptor dentro da roupa. Ele também foi conduzido à Central de Polícia, onde aguarda audiência de custódia.

Veja também  Sine João Pessoa oferece 97 oportunidades de emprego a partir desta segunda-feira (18)

Segundo informações do comando da Guarda Municipal de Cabedelo, que efetuou as prisões, eles podem ser condenados a pena de 1 a 4 anos de prisão, além de multa e ficarem proibidos de participar de concursos públicos de quatro a cinco anos.

 

Concurso

 

O concurso da prefeitura de Cabedelo realizou neste domingo provas para 13.090 candidatos que concorrem a 164 vagas. No próximo domingo (22), a empresa organizadora aplicará as provas destinadas a outros cargos. Submetem-se às provas os candidatos ao cargo de auditor de controle interno, bibliotecário e professor da educação básica I, no turno da manhã, e de agente de trânsito e demais vagas para professores, no turno da tarde.

O concurso está oferecendo 276 vagas para cargos de nível médio, médio/técnico e superior. Os salários vão de R$ 1.093 a R$ 2.077,50, além de gratificações. O maior número de vagas é para o cargo de cuidador da educação inclusiva, com 93 oportunidades.