Paraibanos Chico César, Cátia de França e Braúlio Tavares são destaques da Flip 2019 em Paraty

Artistas paraibanos se apresentam dentro da programação do SESC na festa.

chico cesar catia de frança e bráulio tavares na flip 2019. Foto: montagem/arquivo pessoal
Os paraibanos Chico César, Cátia de França e Bráulio Tavares estarão na Flip 2019. Foto: montagem/arquivo pessoal

Os músicos paraibanos Chico César e Cátia de França são alguns dos destaques da programação do Sesc na Festa Literária Internacional de Paraty (Flip). Já o escritor paraibano Bráulio Tavares está na programação principal do evento, compondo uma das mesas-redondas literárias. A 17ª Flip começou nesta quarta-feira (10), em Paraty, no Rio de Janeiro, vai reunir entre os dias 11 a a 14 de julho dezenas de apresentações gratuitas de teatro, dança, música, cafés literários, exposições e oficinas.

Chico César assina a composição de uma das músicas do espetáculo “Mutação de apoteose”, inspirado em um trecho de “A terra”, primeira parte de Os sertões, de Euclides da Cunha. Ele será encenado após a Sessão de Abertura da 17ª Festa, na noite desta quarta-feira.

O paraibano Chico César também sobe ao palco no sábado (13), às 20h, para um apresentação especial na Flip. No repertório, canções apaixonadas como Palavra Mágica e Atravessa-me, e engajadas como Negão e No Sumaré. O espetáculo musical pretende viajar por diversos ritmos regionais, combinando elementos de frevo, xote, samba, forró, toada e reggae, em uma mistura solar e colorida.

A apresentação musical de Cátia de França na Flip ocorre nesta sexta-feira (12), às 18h. No show, de cerca de meia hora, a paraibana deve expor sua música, que tem como fonte a literatura, fazendo referências às obras de grandes escritores brasileiros. Com uma obra que mescla as referências regionais a elementos do rock e da cultura pop, aos 70 anos, a paraibana está sendo descoberta pela nova geração.

O campinense Brálio Tavares, ex-colunista do Jornal da Paraíba, está na programação principal da Flip. Ao lado de Mariana Enriquez, com mediação de Rita Mattar, ele participa no domingo (14), às 10h30, de uma mesa 20: Santo Antônio da Glória. Em debate, ficção científica, poesia de cordel, histórias fantásticas e de terror.

Veja também  ‘Temporada de Verão’: Mayana Neiva fala sobre série e como foi gravar com ator de “Elite”

Cabra Marcado

O filme ‘Cabra Marcado para Morrer’, de Eduardo Coutinho, também está na programação da Flip. Ele será exibido na sexta-feira, às 10h, como parte da programação da FlipMais 2019. Com curadoria compartilhada entre Fernanda Diamant e o crítico de cinema Ismail Xavier, convidado do Programa Principal, a Flip+ Cinema oferece uma programação de clássicos longas no Cinema da Praça, edifício histórico cujo processo de restauro foi finalizado em 2018.

Durante a Flip, o local exibe filmes que dialogam com o Programa Principal e os assuntos discutidos nesses cinco dias de Festa, com especial atenção à literatura, aos sertões e ao universo criativo de Euclides da Cunha, o Autor Homenageado desta edição.

Sesc na Flip

Pelo nono ano seguido o Sesc participa da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), com uma ampla programação. Durante o evento, a instituição promoverá uma série de atividades, mostrando aos visitantes do evento um pouco do trabalho que desenvolve diariamente em suas unidades, por todo o país.

Serão cerca de 100 atrações com exposições, oficinas, bate-papos, cafés literários, lançamentos de livros, cinema, música e intervenções artísticas em quatro espaços fixos e nas ruas da cidade. As atividades acontecerão nas unidades Santa Rita e na Casa Edições Sesc, no Centro Histórico; na unidade Caborê e no espaço do Areal do Pontal, onde estará estacionada uma unidade do BiblioSesc, biblioteca itinerante de incentivo à leitura. Também haverá intervenções artísticas nas ruas da cidade.

Confira aqui a programação completa da Flip 2019.