Cabruêra e Os Fulano fazem show na abertura do Festival de Inverno de Campina Grande

A abertura do evento acontece nesta quinta, no Teatro Municipal Severino Cabral.

Bandas Cabruêra e Os Fulano fazem tributo a Jackson do Pandeiro por meio do projeto Jackson Racional e os Afrobatuques – Foto: Divulgação

As bandas Cabruêra e Os Fulano abrem nesta quinta-feira (15) a 44ª edição do Festival de Inverno de Campina Grande (FICG), que este ano homenagem ao centenário do paraibano Jackson do Pandeiro. A solenidade de abertura do evento será realizada no Teatro Municipal Severino Cabral, a partir das 19h. O Festival de Inverno de Campina Grande se estende até o dia 23 e acontece no Teatro Municipal e em outros locais da cidade, como na Praça da Bandeira e na Feira Central.

Abrindo as atividades do FICG, serão expostos trabalhos em artes plásticas, xilogravuras, pinturas, e alegorias de Jackson do Pandeiro, que é um dos homenageados desta edição, no hall do Teatro Municipal. Os trabalhos fazem parte da exposição “Pedagogia da Criatividade”, produzida pelas crianças do Projeto Tamanquinho das Artes.

As bandas Cabruêra e Os Fulano irão subir ao palco do Teatro Municipal, a partir das 20h, com o show “Jackson Racional & Os Afrobatuques”, um tributo a Jackson do Pandeiro. Na apresentação, os músicas irão fazer performances do repertório da época em que Jackson integrou a “Cultura Racional”, uma mistura de religião e filosofia de vida, conhecida como ‘universo em desencanto’.

Durante os nove dias de festival o público poderá prestigiar apresentações de artistas de renome nacional, como o cantor Lenine, que se apresenta na noite de encerramento. Os ingressos do FICG podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Municipal Severino Cabral, no Centro, em troca de 1kg de alimento. Outras informações sobre o festival podem ser pelo Instagram (@festivalinvernocg), pelo Facebook (facebook.com/festivalinvernocg) ou pelo twitter (@festivalinvernocg).

Veja também  Vivendo em tela viva: mochileira cria diário de bordo em pinturas e expõe em JP