Maestro Rafael Garcia, um dos fundadores do departamento de música da UFPB, morre aos 77 anos

Ele estava internado no Hospital Português, na capital pernambucana Recife, em tratamento contra um câncer de fígado, segundo a família.

Foto: Flora Pimentel/Divulgação

Morreu na noite da terça-feira (12) o maestro Rafael Garcia, um dos fundadores do curso de Música da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ele estava internado no Hospital Português, na capital pernambucana Recife, em tratamento contra um câncer de fígado, segundo a família. As informações são do g1.

Rafael Garcia é natural do Chile, mas morou durante décadas em Pernambuco. Além de maestro, Garcia foi violinista, professor, diretor artístico, regente e criador de projetos culturais.

“Ele era muito emotivo, não tinha um concerto que ele tocasse que não expressasse a emoção. E com os seus alunos também. A maioria era de comunidade, precisava de um apoio para poder estudar. Meu pai sempre se mostrava disponível, atento”, contou a filha ao g1.

Rafael Garcia tem título de cidadão pernambucano desde 2005, concedido pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Ele deixa esposa, seis filhos e 12 netos.

Em nota, a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) lamentou a morte e se solidarizou com familiares e amigos do maestro.

O velório do maestro foi marcado para esta quinta-feira (14), às 16h, e acontece na capela Santo Amaro, em Recife. O enterro está previsto para acontecer às 11h da sexta-feira (15).