Vendas de artesãos chegam a R$ 15 mil

Durante a ‘Semana do Artesão’, 153 trabalhadores manuais participam de exposição que acontece no Shopping Boulevard, em Campina Grande.

Exportando para países da Europa e da América do Norte, a artesã Maria de Lourdes Santos contou que a exposição de suas bonecas de pano impulsionou a produção, garantindo a melhoria de sua renda. Ela faz parte dos 153 trabalhadores manuais que estão expondo suas mercadorias no Shopping Boulevard, em Campina Grande, durante a Semana do Artesão, promovida pelo Governo do Estado e parcerias. Nos primeiros dois dias de mostra, foram vendidos R$ 15 mil em peças.

A “bonequeira” fabrica as mercadorias desde os seus sete anos de idade, quando aprendeu a arte com a mãe. Ela contou que depois que começou a participar de eventos de exposição, suas bonecas passaram a ser reconhecidas em muitos países, como França, Estados Unidos e Canadá. “O que a gente precisava era de apoio para expor nossos produtos. Agora estamos conseguindo sobreviver somente do artesanato e nossos produtos passaram a ser mais valorizados”, afirmou.

Segundo a coordenadora do evento, que foi aberto no último sábado e deverá continuar até o próximo domingo, Iara Alencar, a exposição acontece em comemoração à Semana do Artesão na Paraíba, que também acontece em João Pessoa, no Centro de Artesanato de Tambaú. “Somente nos dois primeiros dias de evento, já foram vendidos R$ 15 mil em peças. A nossa expectativa é que até o final da exposição os artesãos consigam vender cerca de R$ 30 mil com seus produtos”, disse.

Veja também  Economizando desde cedo: 5 dicas de educação financeira para crianças

As mercadorias são as mais variadas e estão sendo apresentadas na praça de eventos do Boulevard, desde trabalhos em madeira, couro, renda, algodão colorido, cerâmica, fibra, metal e outros, variando entre R$ 5,00, como os chaveiros, a R$ 3.500,00, como o vestido de noiva de renda renascença. Para o artesão João Batista, que trabalha com o couro há 15 anos, a exposição promovida pelo Governo do Estado, Sebrae e Shopping Boulevard, é mais uma oportunidade para artistas de Campina Grande e região.

“Nossos produtos estão sendo bem vistos não só aqui no Brasil.

Nossa expectativa é conseguir chegar cada vez mais longe. Por meio dessas exposições conseguimos muitos contatos além da venda no local. Pessoas que se interessam pelos nossos produtos e que depois nos procuram”, contou. A coordenadora também informou que o evento acontece há 8 anos e já é uma chamada para o Salão do Artesanato, que em Campina acontece em junho. Ela informou que a tipologia deste ano será o couro.