Litro da gasolina nos postos de João Pessoa está R$ 0,12 mais caro, aponta Procon-JP

O menor preço foi de R$ 4,879 para R$ 4,999. O maior preço teve um aumento discreto, saindo de R$ 5,490 para R$ 5,499.

Foto: Rizemberg Felipe/Arquivo JP
Foto: Rizemberg Felipe/Arquivo JP

O consumidor que prefere usar gasolina na hora de abastecer, precisa ficar atento no preço do combustível. Segundo a nova pesquisa divulgada pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP), o preço do litro subiu R$ 0,12 em apenas uma semana, em comparação com o último levantamento divulgado pelo órgão no dia 11. O menor preço foi de R$ 4,879 para R$ 4,999.

+ Confira os preços dos combustíveis, segundo a nova pesquisa do Procon-JP

O maior preço teve um aumento discreto, saindo de R$ 5,490 para R$ 5,499. O levantamento também constatou que 58 postos da capital paraibana aumentaram o preço do produto, 24 reduziram e 27 mantiveram o valor estável.

A pesquisa do Procon-JP desta semana foi realizada em 109 postos da cidade. A maior variação de preços entre o mais barato e o mais caro está no etanol, com diferença de 25,6%. A menor continua com a gasolina comum, com 10%.

O secretário Rougger Guerra salienta que o setor de fiscalização já está recolhendo as notas fiscais de compra dos produtos das últimas semanas para avaliar se há alguma irregularidade nos aumentos registrados nas bombas.

Veja também  Gasolina oscila entre R$ 6,379 e R$ 6,669 e preço do diesel e do GNV aumentam; em João Pessoa

Etanol, diesel S10 e GNV

O menor preço do litro do etanol também registrou aumento em comparação à pesquisa anterior, subindo de R$ 3,780 para R$ 3,979. O mesmo ocorreu com o maior, que saiu de R$ 4,799 para R$ 4,999. Dos estabelecimentos visitados pelo Procon-JP, 86 aumentaram, seis reduziram e 13 mantiveram o preço do produto em relação à semana passada.

Já com relação ao óleo diesel S10, o preço se manteve o mesmo do levantamento realizado no dia 11, com o menor preço permanecendo em R$ 3,979. Já o maior valor registrou queda, saindo de R$ 4,799 para R$ 4,599. A pesquisa constatou ainda que 37 postos aumentaram, sete reduziram e 55 mantiveram o preço do produto.

o Gás Natural Veicular (GNV) foi outro combustível que se manteve estável. O menor preço segue em R$ 3,269, mas em relação ao maior preço, este apresentou elevação de R$ 3,719 para 3,919. Dos 12 postos em atividade, um aumentou, nenhum reduziu e 11 mantiveram o preço do produto.