Morre o economista Mauro Nunes, ex-diretor do Sebrae e criador do programa Empreender

Mauro foi um dos fundadores do Núcleo de Assistência Industrial, nos anos 60, embrião do que viria a se tornar o atual Sebrae.

Economista Mauro Nunes morreu aos 79 anos, em João Pessoa. Foto: Roan Nascimento/Arquivo

Morreu na manhã desta quinta-feira (6) o economista paraibano Mauro Nunes Pereira, aos 79 anos. Com trabalho ligado ao fomento às micro e pequenas empresas, Mauro foi um dos fundadores do Núcleo de Assistência Industrial (NAI – Paraíba), nos anos 60, embrião do que viria a se tornar o atual Sebrae.

Mauro morreu após complicações durante a recuperação de uma cirurgia, em um hospital de João Pessoa. Deixou esposa, seis filhos, netos e bisnetos. O velório e enterro aconteceram na quinta-feira (6) para familiares e amigos.

Além do NAI, Mauro ajudou a criar o Centro Brasileiro de Assistência Gerencial à Pequena Empresa (Cebrae), onde atuou como diretor de planejamento. A instituição se tornou mais tarde o Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa da Paraíba (CEAG-PB) – antecessor direto do Sebrae – de onde ele foi diretor executivo.

Veja também  Auxílio Brasil: parcela de maio é paga para beneficiários com NIS final 7

Dentro da administração pública, foi superintendente do Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual da Paraíba (Ideme), antigo órgão da administração indireta do Estado. Também foi o idealizador do programa Empreender João Pessoa, programa de concessãos de crédito a pequenos empreendedores que também foi aplicado posteriormente na gestão estadual.

O Sebrae Paraíba emitiu uma nota de pesar manifestando solidariedade aos familiares e amigos e lamentando o falecimento de Mauro Nunes. “Um profissional sempre à frente do seu tempo e entusiasmado com o tema do desenvolvimento das micro e pequenas empresas”, diz a nota.

“Deixa um grande legado e contribuições em sua trajetória ligada aos estudos sobre a economia paraibana, gestão estratégica e empreendedorismo, além de ter colaborado, também, com o programa de desenvolvimento sustentável do governo Antônio Mariz”, afirma a nota do Sebrae.