Camila Esposte
Láuriston Pinheiro

Brasileiros das classes C e D pretendem comprar na Black Friday

Tvs e eletrodomésticos são os principais itens de desejo.

Uma pesquisa realizada pela fintech Superdigital, do grupo Santander, com o público C e D, apontou que a intenção de consumo na Black Friday deste ano aumentou 14 pontos percentuais em relação ao ano passado.

O levantamento mostra que 82% dos consumidores das classes C e D pretendem aproveitar as promoções, contra 68% em 2019. O crescimento é resultado dos  desejos de consumo reprimidos por conta da quarentena imposta pela pandemia do coronavírus.

Em um ano ruim para o comércio, a expectativa está alta para a Black Friday, campanha promocional que acontece no fim do mês. Segundo a pesquisa, TVs e eletrodomésticos são os itens de preferência de compra para 35%. E 38% dos participantes pretendem desembolsar mais de R$ 1 mil

O estudo ouviu 1.339 pessoas entre os dias 4 e 8 de novembro, em todas as regiões do país.