Camila Esposte
Láuriston Pinheiro

Finalista em 16 categorias, Globo leva sete prêmios no New York Festival.

Foram duas medalhas de ouro, quatro de prata e uma de bronze.

A Globo venceu, nesta terça-feira, sete prêmios no New York Festivals Film & TV Award. O evento reúne as melhores produções mundiais da indústria da televisão e do cinema. Vale dizer que a cerimônia de premiação aconteceu, de fato, em Las Vegas, nos Estados Unidos. No total, foram duas medalhas de ouro, quatro de prata e uma de bronze com projetos dos canais TV Globo, GNT, Futura e Canal Bis. Todos integram o que chamamos hoje “uma só Globo”.

Na categoria “Programa com melhor uso da tecnologia”, o Centro de Design da Globo recebeu medalha de ouro pelo projeto Laboratório da Fórmula 1 (LAB F1), veiculado pelo Jornal Nacional, durante a temporada da Fórmula 1 de 2020. Apresentada pelo repórter Kiko Menezes, a série produzida pelo esporte selecionava um acontecimento marcante da corrida e o explicava detalhadamente, toda segunda-feira, após um GP de Fórmula 1.

Para mostrar tudo aos telespectadores, o LAB F1 foi gravado em um estúdio virtual para possibilitar a interação gráfica de pilotos, mecânicos e elementos específicos de um carro de automobilismo. Em agosto, o mesmo projeto conquistou prêmio na categoria Realidade Aumentada, no Australian International Animation Festival (renomado festival australiano que premia efeitos e animação).

O projeto Clipe Vacina, que mostra como a vacina funciona em nosso corpo, emocionou a audiência com uma pesquisa relevante, ilustrada por animações didáticas e realísticas, além de entrevistas com médicos e cientistas. Ele foi exibido pelo Jornal Nacional, Hora1, Jornal Hoje e GloboNews. Na premiação, saiu com duas medalhas: prata, na categoria “Melhor produção de Design e Direção de Arte”, e bronze, na categoria “Documentário, Ciência e Tecnologia”.

A outra medalha de ouro da Globo foi para Mesa para Todos, do canal por assinatura GNT, na categoria “Documentário/Serviços Comunitários”. Já as produções Vítimas Digitais, da GNT, Prova Escrita, do canal Futura e Vamos Tocar, do Canal Bis receberam medalha de prata nas categorias “Documentário/Docudrama”, “Documentário/Questões Sociais”, “Entretenimento/ Performance Artística”, respectivamente.

Ao todo, a Globo foi finalista em nada menos que 16 categorias.