Camila Esposte
Láuriston Pinheiro

Red Mobile assina protocolo para instalação de fábrica e Centro de Distribuição

Projeto de 13 milhões deve gerar 120 empregos e comercialização de 1 milhão de peças em seu primeiro ano de funcionamento.

Nesta segunda-feira, às 10h00, a fabricante de telefonia celular e eletroportáteis – Red Mobile – vai dar um passo gigante em sua expansão empresarial. O primeiro dia de agosto é a data histórica para a aguardada assinatura de um protocolo de intenções para a instalação de um Centro de Distribuição (CD) e uma unidade fabril no Estado. Esta formalização será feita junto à Secretaria da Fazendo do Governo do Estado da Paraíba e ao CINEP, órgão de fomento ao desenvolvimento em nossa região.

O documento é o marco zero de um projeto que prevê  investimento inicial da ordem de 13 milhões de reais e a geração de 120 empregos diretos e indiretos, além da expectativa de comercialização de 1 milhão de peças já em seu primeiro ano de funcionamento.

Segundo o presidente da Red, Felipe Cavalcanti, “o segredo do sucesso é a sinergia, onde todos os colaboradores e parceiros se unem em busca do mesmo objetivo: vencer.” A decisão da fabricante de instalar aqui sua primeira unidade de produção em larga escala está plenamente justificada pelo fato de ter sido em João Pessoa que a Red Mobile iniciou sua operação em 2018 e obteve crescimento orgânico em seus primeiros anos.

Veja também  Dia dos Pais: 8 em cada 10 brasileiros pesquisam preços

O feito merece ser comemorado, não apenas pela geração de empregos e o aporte tecnológico que trará para a Paraíba, mas pelo exemplo de arrojo e determinação que impulsionou a empresa a tornar-se um player promissor no concorrido mercado nacional de telefonia. Hoje, os smartphones e eletroportáteis da Red Mobile já estão em mais de 5.000 pontos de venda espalhados por todas as regiões, incluindo alguns dos maiores varejistas e principais e-commerces do país.