Lançado edital para incentivar meninas da rede estadual a desenvolverem jogos digitais

‘Progr(ame)-se’ fomenta o desenvolvimento de projetos na área de Ciência e Tecnologia.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foi lançado o edital do Programa Meninas na Ciência e Tecnologia, do Governo do Estado, para estudantes do ensino médio da rede estadual de ensino desenvolverem jogos digitais. São 30 participantes por escola, formando até 550 times ao todo, compostos por meninas e orientados por suas respectivas professoras.

>>> Veja edital 

Conforme o edital, as ideias ou projetos produzidos devem trabalhar a criatividade, usabilidade e potencial de contribuição, reforçando estratégias que envolvam processos de ensino e aprendizagem nas áreas de: Matemática e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Física, Química e Biologia.

O programa será dividido em três etapas: escolar, estadual e maratonas. Uma quantidade de vagas será especificada para cada etapa, considerando o empenho de cada equipe, e estas devem escolher uma das cinco unidades curriculares no ato da inscrição para desenvolver o jogo.

Inicialmente, na etapa escolar, podem se inscrever até 30 participantes por escola, formando até seis times compostos por cinco meninas. A etapa é eliminatória, e apenas um time será escolhido para representar cada escola na etapa estadual.

Já na etapa estadual, 550 times serão formados, sendo um por escola. Os 28 que se enquadrarem nas áreas de conhecimento serão classificados para a última etapa, onde sete time serão vencedores.

Veja também  UEPB divulga 10ª chamada da Lista de Espera do Sisu 2021.2; confira selecionados

Cada equipe deve organizar a documentação publicada em edital, e a orientadora deve realizas a inscrição das equipes entre os dias 18 de outubro e 1º de novembro, através de um formulário eletrônico.

Caberá a professora orientadora efetuar a construção do projeto. Para ser orientadora, é preciso ser professora da escola inscrita; ter conhecimento de elaboração de projetos; possuir conhecimento em inovação para orientar as estudantes durante todo o processo; ajudar na resolução de problemas e auxiliar no direcionamento de ações estratégicas. O time só poderá contar com uma madrinha, mas cada madrinha poderá ser mentora de mais de uma equipe.

Ao final da competição, serão distribuídos brindes para todos os times inscritos, incluindo as madrinhas. Já na segunda etapa, as premiações são para as equipes vencedoras da eliminatória.

As vencedoras da última etapa serão contempladas com a inclusão do jogo na loja oficial de aplicativos Play Store, e também no repositório de Games do Paraíba Educa, além de uma assessoria para solicitação de patente do game. As professoras orientadoras ganharão uma bolsa da Fapesq, no valor de R$800,00, por cinco meses.