Cinco alunos de escolas públicas de João Pessoa são aprovados para a Escola do Teatro Bolshoi

Em 2022, as crianças aprovadas pelo Ballet vão morar em Santa Catarina por oito anos sem qualquer custo e com auxílio por parte da Prefeitura de João Pessoa.

Estudantes de João Pessoa são aprovados em processo seletivo para a Escola do Teatro Bolshoi. Foto: (Divulgação/PMJP)

Cinco alunos da Rede Municipal de Ensino de João Pessoa foram aprovados nas seleções realizadas nesta sexta-feira (5) e sábado (6) para a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. Foram quatro meninos e uma menina, de um total de 20 crianças que estavam participando do processo seletivo.

Os 15 alunos que não foram aprovados no processo seletivo serão acompanhados pela Companhia Municipal de Dança de João Pessoa.

Através de um convênio firmado entre a Prefeitura de João Pessoa e a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, em 2022, as cinco crianças aprovadas pelo Ballet vão morar em Santa Catarina por oito anos sem qualquer custo para os pais.

Além dos custos com moradia, a Prefeitura garante uma coordenadora de apoio durante todo o período da formação. Os bolsistas também recebem benefícios como alimentação, transporte, uniformes, figurinos, assistência social, orientação pedagógica, assistência odontológica preventiva, atendimento fisioterápico, nutricional e assistência médica de emergência/urgência pré-hospitalar.

Veja também  Edital do Encceja 2022 é publicado; inscrições começam em 24 de maio

Na seleção da sexta-feira (5), os concorrentes passaram por uma avaliação médico-fisioterapêutica, onde profissionais fisioterapeutas, médicos e professores de Educação Física analisaram a postura, habilidades físicas, motoras, frequência cardíaca, percentual de massa corpórea, musculatura e articulações.

Já neste sábado (6), foi avaliada a parte artística onde os alunos passaram por três provas: cognitiva, musical e artística.

Ao todo, foram aprovadas 40 crianças de todo o Brasil, que iniciam na primeira série no início de 2022. O resultado final está publicado no site da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.