Enem: candidatos acham que espanhol é mais fácil, mas professora explica que língua é complexa

Independente na língua estrangeira escolhida, é preciso que o aluno se prepare para leitura e interpretação de texto.

Foto: André Melo Andrade/Myphoto Press/Estadão Conteúdo

Alguns estudantes que fazem a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) escolhem espanhol como língua estrangeira por achar que existe uma semelhança com a língua portuguesa, logo parece ser mais fácil que a língua inglesa. Mas, será que o espanhol é mais fácil que o inglês?

Para tentar encontrar uma resposta para essa questão, o Jornal da Paraíba conversou com a professora de espanhol Wannessa Dinoá. Ela explicou que, antes de mais nada, é preciso que o aluno tenha aptidão com a língua, pois ele precisa ter a capacidade de ler e interpretar um texto.

A professor alerta os alunos para terem cuidado com os falsos cognatos ou, no espanhol, falsos amigos, pois por achar que o espanhol é muito parecido com o português, ele pode acabar errando as respostas das questões. Wannessa disse que uma estratégia que pode ser usada para entender o texto é ler a questão com muita atenção, levando em consideração que o enunciado da prova vem na língua portuguesa

Ler primeiro a questão com muita atenção, pois ela vem na língua portuguesa. Isso ajuda o aluno a ler o texto em espanhol com o foco em mente”, explica. 

A professora reforça que o espanhol é uma língua complexa, logo é preciso se preparar e estudar. Por ser uma língua estrangeira é preciso ter uma base com os aspectos gramaticais, pois “por mais que pareça com o português” o espanhol possui seu próprio sistema de signos e significantes. 

Um vez meu aluno disse: ‘eu escolhi espanhol por parecer com o português’, então eu perguntei pra ele, ‘mas português é fácil?‘, porque espanhol não é uma língua fácil”, disse a professora.

Segundo Wannessa, o Enem vai exigir dos alunos conhecimentos das questões políticas, econômicas e sociais envolvendo todos os países latino-americanos, com ênfase na Espanha. Então é fundamental que os alunos estejam por dentro do contexto desses países. 

Veja alguns falsos cognatos do espanhol:

  • Exquisito: gostoso
  • Cachorro: filhote
  • Chulo: elegante
  • Desperto: esperto
  • Embarazada: Grávida
  • Pastel: Bolo
  • Presunto: Suposto

Veja também  Prouni vai aceitar alunos de escolas particulares sem bolsa de estudos