Inep divulga orientações para os candidatos que tiverem Covid-19 na semana do Enem 2021

Candidatos com sintomas podem pedir para realizar a prova em janeiro.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) emitiu um comunicado nesta quinta-feira (18) informando que os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 que apresentarem sintomas de Covid-19 na semana que antecede o primeiro ou o segundo dia do exame não devem comparecer ao local de prova e poderão solicitar a reaplicação. As provas acontecem neste domingo (21) e também no dia 28 de novembro.

Para solicitar o reagendamento da prova, o candidato deve usar a Página do Participante no período entre 29 de novembro e 3 de dezembro, com anexo da documentação que comprove a condição de saúde do inscrito.

A documentação deve apresentar o nome completo do participante, o diagnóstico com a descrição da condição de saúde do inscrito e o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10). O documento deve estar legível e constar a assinatura e a identificação do profissional competente, com respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente.

A mesma orientação serve para quem estiver com alguma das outras doenças infectocontagiosas listadas nos editais do Enem: tuberculose, coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola e varicela.

O Inep analisará a documentação comprobatória das condições dos participantes. Quem tiver a documentação aprovada terá a participação garantida na reaplicação do exame, que ocorrerá nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022, mesma data da aplicação do exame para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade e para os participantes que tiveram nova oportunidade de inscrição no Enem, no período de 14 a 26 de setembro.

Prevenção à Covid-19 

Como medida de prevenção à Covid-19, o Inep seguirá protocolo de biossegurança durante a aplicação do exame. O uso de máscara de proteção, cobrindo totalmente nariz e boca, será obrigatório durante todo o período em que o participante permanecer no local de aplicação da prova, sendo permitido retirá-la apenas no momento da identificação, antes de acessar a sala de prova, para beber água e para se alimentar.

É permitido que o participante leve uma máscara reserva para trocar durante a aplicação, bem como frasco de álcool líquido ou em gel para higienizar as mãos. O Inep também recomenda que cada participante leve sua própria garrafa de água para consumo. Outra medida de prevenção é o distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas antes da abertura dos portões, bem como nos corredores, nas filas para entrada em sala, no banheiro e em qualquer tipo de contato com a equipe de aplicação fora da sala de provas.

Problemas logísticos

Os participantes afetados por problema logístico durante a aplicação das provas também podem solicitar reaplicação do exame, de 29 de novembro a 3 de dezembro, por meio da Página do Participante. São considerados problemas logísticos desastres naturais, falta de energia elétrica, falha no dispositivo eletrônico fornecido ao participante ou erro de execução de procedimento de aplicação que incorra em comprovado prejuízo ao participante.

Cartão de confirmação 

O Cartão de Confirmação de Inscrição dos participantes já está disponível na Página do Participante. Para acessar o documento, o inscrito precisa estar cadastrado na plataforma do Governo Federal e ter em mãos seu login único e senha de acesso. Caso o participante não lembre ou tenha perdido a senha, é possível recuperá-la.

O cartão de confirmação informa número de inscrição, data, horário e local da prova. Também apresenta orientações para a realização do exame, bem como se o participante deve ser tratado pelo nome social ou se precisa de atendimento especializado, caso a solicitação tenha sido feita e aprovada. Embora não seja obrigatório, o Inep orienta que o inscrito leve o cartão no dia da prova.

Segunda aplicação – Os participantes isentos que não compareceram ao Enem 2020 e que tiveram nova oportunidade de se inscrever para a edição 2021, no período de 14 a 26 de setembro, farão o Enem nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022. A aplicação será nas mesmas datas do exame para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL). O cartão de confirmação para essa aplicação será disponibilizado em data mais próxima à realização do exame, a ser divulgada.

Veja também  Prouni vai aceitar alunos de escolas particulares sem bolsa de estudos