Relembre a participação de paraibanos em Jogos Olímpicos

Registros históricos da TV Cabo Branco mostram paraibanos na disputa olímpica.

Zé Marco e Ricardo
Zé Marco e Ricardo em 2000

O Brasil já garantiu sete medalhas nos Jogos Olímpicos de Tóquio, sendo um de ouro, três de prata e três de bronze. Nas competições que ainda estão em andamento nas Olimpíadas 2020, sete paraibanos disputam medalhas.

Além dos futebolistas Matheus Cunha e Santos, a Paraíba vai ter em Tóquio Jucilene Sales, do lançamento de dardo, Andressa Morais, do lançamento de disco, Luana Lira, do Saltos Ornamentais, Álvaro Filho, do vôlei de praia, e Netinho Marques, do taekwondo.

Mas eles não são os primeiros a entrar na lista de participantes do torneio mais desejado entre os atletas. Os registros históricos da TV Cabo Branco, da década de 1990, mostram que outros paraibanos também já disputaram medalhas nas Olimpíadas.

Douglas Santos é o primeiro campeão olímpico paraibano

Uma delas foi a judoca Edinanci Silva, entre as olimpíadas de 1996 e 2008. Já Zé marco, no vôlei de praia, conquistou a medalha de prata em 2000, em Sidney. Mas, em sua primeira Olimpíada, em 1996, ele já falava de seus sentimentos sobre os Jogos. “Emoção muito grande estar representando a Paraíba e o Brasil”, disse à época em entrevista à TV Cabo Branco.

Veja também  Atlético de Cajazeiras anuncia técnico para a temporada 2022

Na natação, o principal nome do estado foi Kaio Márcio, ainda que ele nunca tenha conquistado uma medalha. Em 2008, no entanto, a mãe do nadador era pura expectativa: “O coração de mãe está muito animado e confiante”, disse sorrindo.

A Paraíba tem ouro com Douglas Santos, no futebol, em 2016, pratas com Hulk, também no futebol, em 2012, Zé Marco, no vôlei de praia, em 2000, e Mazinho, no futebol, em 1988.

Douglas se diz honrado com título. “A responsabilidade e o prazer de representar meu estado foi muito grande”, disse ele, pouco depois da conquista olímpica cinco anos atrás.