Gerson Gusmão minimiza derrotas do Botafogo-PB na pré-temporada e aponta evolução do time: “Houve progresso”

Técnico admite que as derrotas para CSP e Santa Cruz deixaram o elenco mordido, mas afirma que prioridade é testar desenvolvimento físico e tático dos jogadores para o que realmente interessa, que são os jogos oficiais.

(Foto: Reprodução / TV Belo)

Os tropeços do Botafogo-PB, para CSP e Santa Cruz, na pré-temporada deixaram o time incomodado, é claro, mas nada que tirasse o sono de quem entrou em campo e sabe que a prioridade do momento é focar no trabalho físico e tático para que, no próximo dia 26, encarar o Sergipe com firmeza na estreia da Copa do Nordeste. O técnico Gerson Gusmão, por sinal, aproveitou os dois jogos-treinos para observar esse desenvolvimento da equipe e garantiu que já enxergou um progresso.

Para Gerson, chegou o momento de o Botafogo-PB definir algumas situações de jogo que foram vistas nos encontros diante de CSP e Santa Cruz. Para o treinador, no duelo desta quinta-feira, contra o Sport-PB, é necessário que o time esteja mais encorpado, sendo a partida mais próxima daquilo que o próprio comandante quer ver nos jogos oficiais da temporada.

“Houve um progresso. E é isto que a gente precisa neste momento: melhorar em relação ao que a gente vem treinando para que nos próximos jogos e, principalmente lá no dia 26, na estreia contra o Sergipe, a equipe esteja num estágio bem acima do que nós estamos hoje. Agora é também fazer mais algumas observações no nosso último jogo-treino, para que, aí sim, a gente tenha uma semana inteira para trabalhar e procurar a melhor maneira de jogar, a maneira que os atletas assimilarem mais rapidamente, porque o nosso tempo é curto, e a gente precisa ter sempre o progresso em termos de entendimento e execução dentro de campo, na atividade, mas principalmente em cima daquilo que o atleta nos dá de retorno, em termos de entendimento, de posicionamento. E, a partir do término do nosso terceiro jogo-treino, a gente vai sentar e procurar definir a situação que entendermos que ficou melhor, para trabalhar e procurar a repetição da formação, para que a gente possa, na estreia, estar num estágio mais avançado”, analisou Gerson.

Botafogo-PB perdeu para CSP e Santa Cruz nos dois testes que disputou até aqui (Foto: Wellington Faustino / CSP)

Com muitas mudanças no plantel comparado ao do ano passado, Gerson Gusmão vai trabalhando o novo grupo botafoguense. Nas experiências de jogo, o time acabou sendo derrotado duas vezes: a primeira foi para o CSP, por 3 a 2, e a segunda foi para o Santa Cruz, pelo placar de 1 a 0. Obviamente, nessas partidas de preparação, os resultados são a parte menos importante.

Apesar disso, nem o comandante, muito menos o elenco, gostam de deixar o campo com dois reveses. E foi justamente isso que Gerson Gusmão tratou de dizer após o segundo tropeço do Belo.

Veja também  Sousa tem boa atuação, mas fica no empate com o Icasa, fora de casa, pela Série D

“Claro que o resultado não agradou, nem pode agradar um resultado adverso, mas a gente está buscando essa melhora, e sabíamos que, na preparação curta, nós teríamos esse risco de, talvez, não atingir, num primeiro momento de preparação, resultados positivos dentro dos jogos-treinos, mas eles são necessários justamente pelo processo para condicionar os atletas”, explicou o técnico.

Pré-temporada segue em andamento na Maravilha do Contorno. Nesta quinta, tem jogo-treino contra o Sport-PB (Foto: Divulgação / Botafogo-PB)

Setor bastante criticado em 2021, o ataque do Botafogo-PB tem sido uma área bem explorada por Gerson Gusmão neste início de preparação. O treinador adiantou que está trabalhando com variações para suportar as adversidades dos jogos e assim surpreender os adversários.

“Na parte ofensiva, a gente conseguiu fazer já uma variação em relação ao outro jogo. Trabalhamos uma parte do jogo com dois meias para ver como é que os atletas se comportariam, e a gente tirou as nossas conclusões. Com certeza, vai ser importante para a sequência do trabalho a gente definir e ter opções de variações para poder, durante uma partida ou de uma partida para outra, mudar a maneira de jogar” contou.

Gerson Gusmão, técnico Botafogo-PB
Gerson Gusmão espera um Botafogo-PB encorpado para encarar o Sergipe na próxima semana (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)

Outro fator que ainda preocupa o Alvinegro neste início de nova campanha são os jogadores que ainda estão em transição e não participaram dos dois testes. São os casos do volante Everton Heleno, que tem uma inflamação nos pés, do meia Nádson, lesionado no músculo anterior da coxa direita, além do lateral-esquerdo Lucas Gabriel e do atacante Rafael Barros, que ainda estão na fase de recuperação das grave lesões sofridas no ano passado.

 

Perto da estreia oficial na Copa do Nordeste, que acontece no próximo dia 26, contra o Sergipe, no Estádio Almeidão, o Botafogo-PB vai encerrar a pré-temporada nesta semana, mais precisamente após o jogo-treino diante do Sport-PB, na quinta-feira, no CT da Maravilha do Contorno. Isso porque, depois desse duelo preparatório, o Alvinegro da Estrela Vermelha vai começar a contagem regressiva para entrar de vez na disputa do regional.