Gerson avalia preparação do Botafogo-PB, destaca concorrência no time e espera contar com Nádson na estreia em 2022

Treinador concedeu entrevista após a goleada sobre o Sport-PB nessa quinta-feira. Ele apontou ajustes, mas acredita que a equipe vai estar pronta para receber o Sergipe na próxima quarta-feira, pela Copa do Nordeste.

(Foto: Reprodução / TV Cabo Branco)

Os jogos de pré-temporada já ficaram para trás. O Botafogo-PB agora se prepara para a estreia oficial em 2022, quando, na próxima quarta-feira, receberá o Sergipe pela rodada inaugural da Copa do Nordeste. Após a goleada sobre o Sport-PB nessa quinta-feira, no último teste de preparação, o técnico Gerson Gusmão concedeu entrevista coletiva. Ele avaliou o momento do elenco alvinegro e pontuou algumas situações antes da largada na campanha nova.

Depois do jogo, Gerson Gusmão repetiu o discurso que fez após ser derrotado por CSP e Santa Cruz, indicando que o resultado realmente está em segundo plano nos testes de pré-temporada. No entanto, ele acredita que agora o time está quase pronto para receber o Sergipe na estreia do Nordestão.

“O resultado, neste momento, não é o que nos interessa, mas sempre é bom vencer. Não conseguimos nos outros dois jogos, temos pouco tempo de trabalho, por isso focamos bem na parte física, para que os atletas suportem as partidas. Na parte final do jogo, sentimos um pouco a falta de condicionamento, mas é o processo. Finalizamos essa etapa e vamos ajustar os pequenos detalhes para encarar o Sergipe”, avaliou o técnico.

Botafogo-PB derrotou o Sport-PB nessa quinta-feira (Foto: Fábio Hermano / CBN)

Gerson também aproveitou para revelar boas disputas que testou ao longo dos jogos-treino. Vale ressaltar que o treinador botafoguense deu oportunidades a Lucas, que deve ser o titular na meta alvinegra, e também a Luís Carlos Dallastella, contratado para ser uma opção no elenco. O comandante ainda falou sobre a concorrência sadia no ataque.

“A gente definiu que numa partida seria Lucas e na outra seria Luis (Carlos Dallastella). Precisávamos ver como ele iria corresponder e foi bem. Acredito que estamos bem servidos de goleiro. Eu também quis usar Adilson Bahia e Gustavo Coutinho com vários atletas diferentes no setor ofensivo. Poder mexer no elenco para que eles jogassem com mais atletas foi um bom sinal”, disse Gerson Gusmão.

Com vários atletas sendo testados ao longo da pré-temporada, a torcida botafoguense certamente sentiu falta de um nome específico. É que o meia Nádson, lesionado, ainda não conseguiu entrar em campo com a equipe. O ex-jogador de Chapecoense e Sampaio Corrêa foi contratado para vestir a camisa 10 alvinegra.

Nádson Botafogo-PB
O torcedor botafoguense ainda não pode ver Nádson em campo (Foto: Reprodução / TV Belo)

Veja também  Aldeone Abrantes espera vaga na Pré-Copa do Nordeste para o Sousa ao lado de Botafogo-PB e Treze

Gerson Gusmão comentou sobre a situação do jogador que considera a referência técnica do elenco. O técnico do Botafogo-PB indicou que ele pode estar à disposição para a estreia na Copa do Nordeste contra o Sergipe. No entanto, é preciso avaliar como a recuperação do meia vai se desenvolver. O treinador também aproveitou para citar alguns outros desfalques da goleada sobre o Sport-PB.

“Acredito que vai estar à disposição. Ele sentiu um incômodo na perna, que era uma lesão antiga. Por isso nós precisamos deixá-lo de fora desses jogos. Mas é uma referência técnica do nosso elenco. Ele está treinando separado, e quando estiver em condições, vai estar pronto para nos ajudar. Já Bruno (Ré) teve sintomas gripais, precisou ficar afastado até realizar o teste de Covid-19, que deu negativo. E Sávio teve um problema no dedo do pé, sendo mais um que não jogou neste jogo-treino. Mas acho que não deve ser problema para a estreia” explicou.

Botafogo-PB enfrenta o Sergipe no próximo dia 26, na quarta-feira, pela estreia na Copa do Nordeste. O jogo acontece no Estádio Almeidão, em João Pessoa, às 19h30.

Confira outros trechos da entrevista coletiva do técnico Gerson Gusmão:

Cenário atual do condicionamento físico do time

Temos que estar com o condicionamento que o jogo exige. Mas é difícil dizer que todos estarão prontos, pois cada atleta tem a sua condição. Vamos para o jogo com o nosso melhor nível.

Carências do elenco botafoguense

Em termos de posições, temos carência de um zagueiro. Acho que, com o retorno do Erick da Copinha, estamos bem servidos na lateral direita. Ele foi muito bem na partida contra o Sport-PB. Então, realmente acho que precisaremos de mais um zagueiro. Quando surgir uma boa oportunidades, iremos buscar esse nome.

Puxão de orelha do chefe

Estamos conseguindo trabalhar bem, mas em alguns momentos no jogo os atletas estão um pouco presos. Isso está me preocupando, A gente tem visto muitos erros de passes de jogadores com qualidade. Eles não costumam errar esses passes, e isso vai gerando desgaste em campo. No dia a dia dos treinos, tudo tem funcionado bem, portanto, eu quero que o nível dos treinamentos chegue também nos jogos.