Ricardo lamenta derrota do Sousa para o Sport, mas vê boa partida defensiva da equipe na Ilha do Retiro

Goleiro do Dinossauro nem foi tão acionado no duelo da Copa do Nordeste, viu o clube neutralizar o Leão em boa parte do jogo, mas acabou sofrendo o gol da derrota na segunda fase.

Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

O Sousa perdeu mais uma na Copa do Nordeste, dessa vez para o Sport, atuando novamente fora de casa. O Dinossauro até soube neutralizar o adversário na maior parte do jogo dessa terça-feira, válido pela 3ª rodada do Nordestão. Mas o clube paraibano acabou sem atacar muito e sofrendo o único gol da partida na segunda etapa. 

O goleiro Ricardo nem foi tão acionado. Quando foi, fez bem sua parte. Mas a verdade é que o Sport não acertou muito o alvo. Finalizou mais para fora, e não chegou a bombardear a meta do goleiro de 38 anos. Numa das poucas boas tramas do Leão, Alan saiu na cara do arqueiro, bateu muito forte, abriu e fechou o placar. 

“A gente sabia que ia ser difícil. Jogar na Ilha é complicado. Anulamos algumas jogadas do Sport, como a bola aérea. Nos fechamos bem, mas num vacilo nosso, pecamos na marcação e na cobertura, e levamos o gol. Mas agora é levantar a cabeça, que o trabalho foi bem feito contra o Sport”, comentou o goleiro.

O Sousa ainda segue vivo no torneio. Com três pontos, o Dinossauro é o sexto colocado do Grupo B, mas perdeu duas fora de casa. Dentro do Marizão, no único jogo que fez, o Sousa venceu, diante do CSA. Se conseguir manter o retrospecto em casa e vencer todas, a chance de passar de fase é enorme. 

O clube sertanejo folga na 2ª rodada do Campeonato Paraibano e só volta a campo no domingo, diante do Sergipe, pela 4ª rodada da Copa do Nordeste. A partida acontece às 16h, no Estádio Marizão, em Sousa. 

Veja também  Paraibano Sub-20: Botafogo-PB, Treze, Confiança-PB e CSP avançam para as semifinais