Enercino se apresenta à polícia 3 dias após atropelamento que matou ex-vereador; atleta é o principal suspeito

Atleta confessou o atropelamento e em depoimento afirmou que não havia ingerido bebido alcoólica no dia do ocorrido. Ele responderá por homicídio doloso, em liberdade

Foto: Gabriela Sávio / Atlético-PB

Na manhã desta segunda-feira o meia Enercino se apresentou na delegacia da cidade de Patos. O atleta é o único suspeito pela morte do ex-vereador Zenaide Ferreira, do município de Cacimba de Areia. Zenaide caminhava em uma rodovia da cidade quando foi atropelado e morreu ainda no local, na manhã na última sexta-feira.

Três dias após o acidente que vitimou o ex-vereador, Enercino se apresentou e confessou o o atropelamento. Segundo Maycon Minervino, advogado do jogador, o atleta iria se apresentar no último sábado, mas a defesa optou por aguardar, pois estavam acontecendo mudanças de delegados na delegacia de Patos.

Segundo Edson Pedrosa, delegado responsável pelo caso, Enercino e Zenaide eram primos. Em depoimento o meia afirmou que não ingeriu bebida alcoólica no dia do acidente e que não ficou no local com medo de represálias. Ele ainda disse que tentou desviar de Zenaide ao subir a ladeira da rodovia, mas não conseguiu, pois o homem estava no meio da pista e foi tudo muito rápido.

Veja também  Botafogo-PB perde para o Fortaleza no Brasileiro Feminino A2 e cai para a 3ª colocação do Grupo C
Enercino Auto Esporte-PB
Foto: Divulgação / Auto Esporte-PB

Após prestar depoimento, Enercino foi liberado e responderá por homicídio doloso, em liberdade. A polícia ainda ouvirá mais testemunhas, para dar sequência ao inquérito.

Enercino jogou o Campeonato Paraibano 2022 pelo Auto Esporte e, após eliminação, encerrou contrato com o clube. O jogador também já passou pelos clubes do Botafogo-PB, Nacional de Patos, Sousa e Esporte de Patos. No entanto, estava sem clube atualmente.