Hulk marca contra o Palmeiras e se isola na artilharia do Atlético-MG na história da Libertadores

Gol veio na noite da última quarta-feira, no empate em 2 a 2 com o Palmeiras, pelas quartas de final. Ao todo são 12 vezes que o paraibano balançou as redes pelo Galo, na competição.

Hulk desabafa após críticas. | Foto: Pedro Souza/Atlético

O paraibano Hulk voltou a marcar gol pelo Atlético-MG na noite da última quarta-feira, no empate em 2 a 2 com o Palmeiras, pelas quartas de final da Libertadores da América. Com isso o atacante se tornar o artilheiro isolado do Galo na história da competição, com 12 gols marcados.

O gol de pênalti marcado na última noite, no Mineirão, fez Hulk ultrapassar Jô, que marcou 11 gols entre os anos de 2013 e 2015. Os 12 gols de Hulk foram somados em 21 partidas pela Libertadores.

Hulk voltou a marcar após cinco jogos | Foto: Pedro Souza / Atlético-MG
Veja também  Flávio Araújo admite culpa por rebaixamento do Campinense: “Não conseguimos a reabilitação”

O paraibano também deu adeus ao jejum de cinco partidas sem marcar, que já era um incômodo para ele e para a torcida do Galo. Seu último gol também havia sido na Libertadores, contra o Emelec, na classificação às quartas de final.

São ao todo 60 gols marcados com a camisa do Atlético-MG, deixando o atacante na terceira colocação da artilharia do Galo no século XXI. Os dois primeiros desta lista são Diego Tardelli (112 gols) e Guilherme Alves (75 gols).