Suspeitos de matar policial no Sertão da Paraíba são presos em Goiás

Quatro suspeitos de assassinar o policial militar Pedro Marques da Silva, de 49 anos, na cidade de Ibiara, no Sertão da Paraíba, em fevereiro, foram presos nesta terça-feira (28) no município de Flores de Goiás, em Goiás. A ação foi realizada por policiais goianenses e quatro policiais civis da Paraíba.

Segundo o o delegado Glauber Fontes, que presidiu o inquérito, os quatro policiais paraibanos foram enviados para cumprir mandados de prisão expedidos pela Comarca de Conceição contra Francisco Pereira de Lacerda, o filho dele, Francisco Pereira de Lacerda Júnior, Adailton Lopes de Lima e Cícero Pereira de Lacerda.

"As primeiras informações foram recebidas pelo Disque Denúncia, que nos levaram à localização deles em Goiás, para onde foram por conta da existência de parentes", explicou o delegado. "Após levantamentos, a abordagem foi realizada com sucesso", frisou.

Veja também  Volume de chuvas em João Pessoa está dentro do previsto, diz Defesa Civil

Fontes disse ainda que o policial morto era comandante do destacamento da cidade de Diamante e que o crime foi motivado por uma disputa de terras. "O foco era uma propriedade de Pedro Marques e, por conta disso, os quatro prepararam uma emboscada contra ele, que foi executado com disparos de armas de diversos calibres", afirmou.

Os quatro homens serão trazidos para a Paraíba e, segundo a Polícia Civil, devem desembarcar no aeroporto Castro Pinto, em João Pessoa, ainda esta semana.