PM aplica cerca de R$ 45 mil em multas e conduz 216 pessoas à delegacias durante Carnaval

Dados da ‘Operação Previna-se’ mostram aumento de mandados de prisão cumpridos e armas apreendidas.

Foto: divulgação/secom-pb
Foto: divulgação/secom-pb

Cerca de R$ 45 mil foram aplicados em multas por poluição sonora entre a última sexta (12) e esta quarta-feira (17), período de Carnaval, na Paraíba. Além das multas, 216 pessoas foram conduzidas à delegacia por vários tipos de crime ao longo do período.

Os dados são da Operação Previna-se, desencadeada pela Polícia Militar na Paraíba para combater crimes ao longo do Carnaval. Foram 11 autos de infração aplicados no período e 7 aparelhos de som apreendidos neste período.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, algumas restrições foram impostas pelo Governo o Estado, como o horário de funcionamento de bares e restaurantes. A PM informou que ao menos 18 estabelecimentos foram notificados ou fechados, todos por descumprirem os decretos.

Veja também  Estado assume vacinação contra Covid-19 em Lucena a partir de segunda

Apesar do cancelamento das festas de Carnaval por conta da pandemia, a PM informou que a quantidade de mandados de prisão cumpridos dobrou em comparação ao Carnaval do ano passado.

Este ano, 14 mandados foram cumpridos, contra os 7 cumpridos em 2020. O destaque foi a prisão do suspeito de liderar o tráfico de drogas na comunidade Torre de Babel.

Também houve aumento de 88% da quantidade de armas de fogo apreendidas em toda a Paraíba, com 47 armar apreendidas neste Carnaval. Além da apreensão de armas, 32 veículos com registros de roubos foram recuperados.

Mais de 3 mil profissionais atuaram na Operação Previna-se. O trabalho foi desenvolvido de maneira integrada, pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil, Vigilância Sanitária, Procon, Guardas Municipais e Sudema.