Bruno Covas, prefeito de São Paulo, morre aos 41 anos

Político enfrentava câncer e estava internado desde 2 de maio.

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, morre aos 41 anos / Foto: Prefeitura de São Paulo
Bruno Covas, prefeito de São Paulo, morre aos 41 anos / Foto: Prefeitura de São Paulo

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), morreu na manhã deste domingo (16) aos 41 anos, em São Paulo. Ele lutava contra um câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado desde 2019.

O tucano estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, desde o 2 de maio, quando se licenciou da prefeitura.

Veja também  Paraíba tem 408 novos casos de Covid-19 e mais duas mortes

Na última sexta-feira (14), ele apresentou uma piora no quadro de saúde, quando a equipe médica da unidade hospitalar informou que seu quadro era irreversível.

Covas é o primeiro prefeito da cidade de São Paulo a morrer durante o mandato. Ricardo Nunes (MDB), o vice que hoje é prefeito em exercício, irá assumir definitivamente o cargo.

Bruna Covas deixa o filho Tomás, de 15 anos.