PB mantém vacina por idade apesar de prioridade para funcionários de bancos e Correios

Decisão da Comissão Intergestores Bipartite da Paraíba é pela continuação da vacinação de toda população a partir de 18 anos em ordem decrescente, diz secretário de Saúde.

Reprodução/TV Cabo Branco

A Comissão Intergestores Bipartite (CIB) da Paraíba decidiu que, mesmo com a decisão do Ministério da Saúde de incluir bancários e funcionários dos Correios nos grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19, o estado deve seguir a campanha por faixa etária. A decisão é de permanecer contemplando a imunização para toda a população a partir de 18 anos em ordem decrescente.

Segundo o Secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, a CIB, representada pelos 223 municípios paraibanos, decidiu por não seguir a nova deliberação do Ministério da Saúde, do Programa Nacional de Imunizações, que inclui os servidores dos Correios e bancários como grupo prioritário no plano de vacinação contra a Covid-19.

O Ministério da Saúde anunciou na terça-feira (6) a inclusão de bancários e de trabalhadores dos Correios como prioritários na vacinação contra a Covid-19. O anúncio foi feito em um post do ministério, que foi apagado minutos depois. Na sequência, a pasta convocou jornalistas para uma entrevista do ministro Marcelo Queiroga com os presidentes da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Correios.

Segundo Queiroga, ambas as categorias elaboraram relatórios sobre o adoecimento de profissionais, que foi submetido ao Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e ao Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde). Os representantes dos órgãos não participaram do anúncio.