CBN João Pessoa e Cabo Branco FM lideram em seus segmentos

Pesquisa do Kantar bope Media mostrou bons resultados das rádios.

As emissoras de rádio da Rede Paraíba continuam entre as preferidas do público pessoense. Segundo a mais recente pesquisa do Kantar Ibope Media, a CBN João Pessoa e a Cabo Branco FM estão à frente das concorrentes de mesmo perfil. Os dados foram divulgados no dia 21 de julho e coletados de 14 a 21 de junho de 2021.

De acordo com o instituto, a CBN é a all news mais ouvida da capital, com cerca de 1.505 ouvintes em média por minuto. No mesmo ranking, a outra emissora do mesmo segmento aparece com 869. O público da capital permanece uma média de duas horas e vinte e quatro minutos na sintonia da 101,7 FM, um aumento de 36 minutos em relação à última pesquisa. 

Outro destaque apresentado no levantamento foi o crescimento de impressionantes 175% na audiência do programa CBN João Pessoa. Apresentado por Carla Visani, o jornal vai ao ar de segunda a sexta, das 9h às 12h. 

O Kantar Ibope Media também revela o perfil de quem acompanha a rádio que toca notícia em João Pessoa: 60% são homens, 64% são pessoas de classe AB e 67% são indivíduos de 40 anos ou mais. 

Os bons números também são comemorados na Cabo Branco FM. A 91,5 FM manteve-se na dianteira em relação às demais rádios musicais de mesmo perfil. No confronto, a emissora cravou 2.101 ouvintes em média por minuto. 

A emissora que é a trilha sonora da cidade também consegue resultados excelentes quando é comparada com as rádios do segmento popular. No público AB com 30 anos ou mais, conhecido como adulto-contemporâneo, a Cabo Branco é a dona do primeiro lugar, desbancando todas as emissoras de rádio concorrentes. 

Ao todo, o público pessoense passa em média duas horas ouvindo diariamente a 91,5, um crescimento de 18 minutos em comparação com a pesquisa anterior, realizada em 2019. 

A pesquisa também faz um diagnóstico dos ouvintes que acompanham a Cabo Branco FM em João Pessoa: 46% são mulheres, 66% são pessoas de classe AB e 84% são indivíduos de 30 anos ou mais.

Veja também  Estado de calamidade é decretado em Areia por causa da crise hídrica