Relatório da UFPB aponta queda de 52% em mortes por Covid-19 no Vale do Mamanguape

O documento também revela que os indígenas Potiguara atingem altos índices de imunização.

Um relatório da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) apontou uma queda significativa na quantidade de mortes por Covid-19 no vale do Mamanguape, na Paraíba. Segundo os dados, houve redução de 42% nos casos confirmados de coronavírus e 52% nas mortes.

Os dados são do 20º Relatório Técnico da “Pesquisa de Monitoramento da Pandemia Covid-19 no território do Vale do Mamanguape. O vírus que parou o mundo”, do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação, Etnia e Economia Solidária do Campus IV da UFPB. O documento também revela que os indígenas Potiguara atingem altos índices de imunização.

Em junho, o Vale do Mamanguape registrou 29 mortes por coronavírus, enquanto em julhos, m mês depois, foram 14 mortes – uma redução de 52% na taxa de mortes. A localidade totaliza 280 vidas perdidas para a Covid-19 durante toda a pandemia.

Veja também  Paraíba registra mais de 2 mil novos casos de Covid-19 e três mortes

A vacinação contra a Covid-19 na população étnica Potiguara na Paraíba, situada em 32 aldeias, atingiu quase todo o público acima de 18 anos. A população está nos municípios de Rio Tinto, Marcação e Baía da Traição.

Em Baía da Traição, foram imunizados 98,2% com a 1ª dose e 91.3% com a 2ª dose; em Marcação, foram 96,7% imunizados com 1ª dose e 89,9% com a 2ª; e em Rio Tinto, 95,3% vacinados com a 1ª dose e 91,7% com a 2ª dose.