Anúncio de venda do Lajedo de Pai Mateus é falso, mas proprietários negociam área

Proprietários foram procurados por grupos estrangeiros que demonstraram interesse em adquirir a área.

Lajedo de Pai Mateus. Foto: Hotel Fazenda Pai Mateus/Divulgação
Lajedo de Pai Mateus. Foto: Hotel Fazenda Pai Mateus/Divulgação

Um anúncio de venda do Lajedo de Pai Mateus, localizado na cidade de Cabaceiras, na Paraíba, começou a circular nas redes sociais esta semana. De acordo com o texto, o local, que abrange também o Hotel Fazenda Pai Mateus, estaria sendo vendido por R$ 20 milhões. A mensagem não procede, mas de acordo com a administração do local, a área está sendo negociada para quem tiver interesse em adquiri-la.

Paulo Eduardo Lucena é o responsável pela administração do local, e as fazendas são propriedades da sua família. Ele conta que desconhece o autor da mensagem que circula nos aplicativos de conversa, inclusive dando detalhes sobre a propriedade e o contato para quem desejar realizar a compra. Ele diz que o valor cobrado na mensagem também não procede e que o possível valor será combinado após contato com os que realmente estejam interessados na aquisição.

Administrador do Lajedo de Pai Mateus desconhece o autor do anúncio de venda e diz que valor cobrado na mensagem também não procede. Foto: Reprodução

O que aconteceu, na verdade, é que os proprietários foram procurados por grupos estrangeiros que demonstraram interesse em adquirir a área onde o Lajedo de Pai Mateus está situado. As conversas, no entanto, ficaram apenas no campo da intenção e nada concreto foi firmado até o momento.

A partir disso, os proprietários do local se colocaram à disposição para conversar com outros grupos ou pessoas que também tenham interesse em adquirir a área.

Veja também  Suspeita de estelionato procurada em vários estados é presa, em Campina Grande

O Lajedo de Pai Mateus constitui a região central da Área de Proteção Ambiental (APA) do Cariri (com área total de 18.000 ha). Ele é formado por algumas cristas rochosas alongadas, denominadas “lajedos”. Trata-se de uma elevação rochosa de 1,5 km², no formato de um “prato de sopa” invertido, sobre a qual estão dispostos mais de 100 imensos blocos arredondados de granito, formando belas paisagens.

A história conta que em 1979 o médico Crysóstomo Lucena adquiriu a propriedade onde, posteriormente, construiu o Hotel Fazenda Pai Mateus. Durante anos dedicou-se às atividades agropecuárias tradicionais e no ano de 1997, após a visita do geólogo Eduardo Bagnoli, decidiu de forma pioneira iniciar com recursos próprios as atividades de entretenimento na região, com a construção do Hotel para dar apoio aos visitantes do Lajedo de Pai Mateus e seus adjacentes.

O nome Pai Mateus faz referência a um curandeiro ermitão que a tradição oral diz ter habitado o Lajedo em meados do Século XVIII. Diz a lenda que ele morava numa grande espécie de gruta, chamada de casa de Pai Mateus. Nas paredes do grande abrigo rochoso, são encontradas várias dezenas de impressões de mãos humanas. Muitas das mãos são diminutas, o que indica que o local foi utilizado para a prática de algum rito de passagem.

O local já foi cenário de importantes filmes do cinema brasileiro, como O Auto da Compadecida, São Jerônimo, Viva São João, Cinema Aspirina e Urubus, Canta Maria e Romance.

Gravação do filme “Romance” no Lajedo de Pai Mateus. Foto: Hotel Fazenda Pai Mateus/Divulgação