Paraibano é baleado no dia do seu aniversário em Pipa após reagir a assalto

Policial penal foi levado a hospital de Parnamirim e estado de saúde é estável.

Assalto em pousada de Pipa, em João Pessoa

Um paraibano de 34 anos foi baleado na tarde desta terça-feira (14) na praia de Pipa, no litoral sul do Rio Grande do Norte, bem no dia de seu aniversário. Ele trabalha como policial penal na penitenciária de Alcaçuz, em território potiguar, e levou dois tiros no momento em que reagiu a um assalto contra a pousada em que ele e a família estavam hospedados.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e o homem foi levado para Hospital Deoclécio Marques de Lucena, em Parnamirim, onde chegou estável e passou por cirurgia. Ele foi atingido com tiros na barriga e na coxa direita.

Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento da ação. O assaltante chega ao local, armado, e aborda os hóspedes apontando um revólver. Em certo momento, o policial penal avança contra o ladrão e o persegue. O ladrão corre, ao mesmo tempo, atira. O policial chega a cair no chão, levanta, e volta a seguir o bandido, que acaba fugindo.

Veja também  Saúde mental e estigma: usuários do Caps, em João Pessoa, relatam preconceitos que já enfrentaram e defendem a luta antimanicomial

Ainda existem imagens do que seria o ladrão e uma mulher ao lado dele, poucos antes da invasão.

Pouco depois do caso, o Sindicato dos Policiais Penais ofereceu uma recompensa de R$ 5 mil por informações concretas que levem aos bandidos. “Não podemos admitir que um servidor público passe por isso no dia do seu aniversário”, justificou a presidente do Sindicato, Wilma Batista.

Suspeitos do crime pouco antes do assalto