Sangramento de açudes após chuvas, Crítica de secretário ao Fest Verão e Alerta de Chuvas são destaques da semana

Enquetes foram realizadas nas redes sociais do Jornal da Paraíba para consultar leitores sobre quais assuntos foram mais lidos por eles.

Açudes sangram após fortes chuvas na Paraíba

O ano de 2022 começou com chuvas no interior da Paraíba. Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), 5 açudes sangraram e atingiram a capacidade máxima de reservatório de água, após chuvas intensas no Sertão do estado. Este foi um dos destaques da última semana, segundo os leitores do JORNAL DA PARAÍBA, com 89,65% dos votos em enquetes que foram realizadas nas redes sociais do jornal para consultar leitores sobre quais assuntos foram mais lidos por eles.

O açude Cachoeira da Vaca, que abastece o município, atingiu mais de 355.556 mil de metros cúbicos, chegando a 104% da sua capacidade total. Além disso, estão transbordando na Paraíba os açudes de São José I e II, em São José de Piranhas e Monteiro, respectivamente, Pimenta, em São José de Caiana, e Cochos, em Igaracy. Leia a notícia completa clicando aqui.

Na segunda posição, com 85,24%, chamou a atenção dos leitores a fala do secretário executivo de Saúde de João Pessoa, Luís Ferreira, a respeito das festas que acontecem durante todo o mês de janeiro em Cabedelo. “Insensatez personificada nas festas e aglomerações do Fest Verão”, disse. O médico usou as redes sociais para desabafar sobre o que chamou de irresponsabilidade da vizinha Cabedelo, em permitir a realização do Fest Verão Paraíba. Leia a notícia completa publicada pelo blog Conversa Política.

Em seguida, com 86,79, aparece os 5 alertas publicados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), sobre o perigo potencial de chuvas intensas para todas as cidades paraibanas. Em todas as cidades da Paraíba, a previsão era de possibilidades de chuva entre 20 a 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia. Veja a notícia completa.

Já com 73,01 dos votos, está a notícia da morte do ex-técnico de Botafogo-PB, Campinense, Paraíba, Sousa e Treze, Pedrinho Albuquerque. Ele morreu, vítima de um câncer na face. Apesar de ter conseguido mais sucesso atuando no futebol do Rio Grande do Norte, Pedrinho teve passagens importantes por cinco clubes da Paraíba, incluindo os três grandes do estado. Confira as informações publicadas pelo blog Entre Linhas.

 

Veja também  Detran-PB vai implantar Renach digital a partir de julho