Acidentes de trabalho crescem 27% na Paraíba em 2021

Em 2020, foram 2,3 mil notificações de acidentes de trabalho no Estado, com 14 óbitos registrados e, em 2021, foram 2,9 mil ocorrências com 19 mortes.

Foto: Divulgação

Entre 2020 e 2021, o número de acidentes de trabalho na Paraíba aumentou 27% e mortes de trabalhadores por acidentes aumentaram 35%. Em 2020, foram 2,3 mil notificações de acidentes de trabalho no Estado, com 14 óbitos registrados e, em 2021, foram 2,9 mil ocorrências com 19 mortes, segundo os dados atualizados do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho, iniciativa do Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Na Paraíba, a média é de 8 acidentes por dia.

Os novos dados do Observatório foram apresentados pelo MPT dentro das ações do movimento Abril Verde. A campanha nacional alerta para a importância da notificação de acidentes e doenças do trabalho, para que se possa implementar políticas públicas de prevenção e, com isso, reduzir os índices de acidentes, adoecimentos e mortes.

Os novos dados do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho mostram que, do total de 2.939 acidentes de trabalho registrados na Paraíba em 2021, 43% ocorreram em João Pessoa, ou seja, 1.267 casos.

Segundo o Observatório, em 2021, 1,6 mil trabalhadores na Paraíba foram afastados das suas atividades porque foram vítimas de acidentes de trabalho; 48 não retornaram porque ficaram inválidos e foram aposentados por invalidez.

Veja também  TRT determina que banco pague tratamento de filho autista de funcionária

O setor de atividades de atendimento hospitalar foi o que apresentou mais notificações de acidentes de trabalho em 2021 (244 casos), considerado o universo de trabalhadores com vínculo de emprego. Fabricação de calçados, construção de edifícios, atividades de Correios, comércio e supermercados, teleatendimento, distribuição de energia elétrica, atividades de transportes, administração pública em geral e coleta de resíduos também estão entre os setores econômicos com mais notificações de acidentes registrados no ano passado, segundo o Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho.

Técnico de enfermagem foi a ocupação mais citada em notificações de acidentes de trabalho em 2021 (com 140 casos), considerado também o universo de trabalhadores com vínculo de emprego. Motorista de caminhão, servente de obras, pedreiro, vigilante e eletricista também aparecem entre as ocupações com mais notificações de acidentes.

Sobre o perfil das vítimas, a maioria está em plena idade produtiva, é do sexo masculino e tem entre 25 e 29 anos. Entre as mulheres vítimas de acidentes, a faixa etária mais frequente é entre 30 e 34 anos.