Polícia registra dois assassinatos e uma tentativa em CG

Os crimes ainda estão sendo investigados pela Delegacia de Homicídios, enquanto que um menor foi apreendido por tentar matar um colega

Da redação

Uma terça-feira (10) violenta na cidade de Campina Grande. As polícias Militar e Civil registraram dois homicídios e uma tentativa. Os casos aconteceram em diferentes pontos da cidade e não possuem ligações entre si. Dos três crimes, apenas um por enquanto foi solucionado e um menor de idade foi apreendido.

O primeiro caso aconteceu no bairro do Bodocongó, por volta da meio-dia e e teve como vítima o pedreiro Valmir de Araújo, de 37 anos. Valmir encontrava-se em casa quando os dois acusados foram ao local de moto e o chamaram pelo nome. Como o pedreiro não atendeu, um dos suspeitos entrou na casa atirando e o atingiu no ombro e no peito esquerdo. Os suspeitos fugiram e ainda não foram encontrados.

O segundo homicídio foi registrado por volta das 19h40 na Feira Central, no centro da cidade. Um solicitante entrou em contato com o Copom da PM, informando que um morador de rua estava caído no chão, com ferimentos do lado direito da cabeça. Ao chegar o local a Polícia Militar constatou a morte do morador de rua e ao seu lado a pedra que foi utilizada para o crime. Ninguém soube informar nada sobre o homicídio. O homem foi identificado como Dimas.

Veja também  Mais de 300 kg de drogas são apreendidos e duas pessoas presas em João Pessoa

A terceira ocorrência da noite foi uma tentativa de homicídio ocorrida no bairro do Jardim Paulistano. Dois estudantes, menores de idade, bebiam em uma bar localizado no bairro do Tambor na manhã de ontem, quando a vítima teria insultado o acusado com palavras racistas. À noite os dois combinaram de se encontrar novamente em outro bar e na hora que o acusado resolveu tomar satisfação os dois discutiram e um deles foi atingido com dez perfurações de faca no tórax do menor. A vítima foi socorrida para o Hospital Regional e o acusado foi apreendido.