Prefeitura passa a administrar iluminação pública de Campina Grande

Energisa detém 92% da concessão de iluminação pública na cidade. Com a mudança, empresa fica responsável apenas pela concessão aos usuários.

A Prefeitura Municipal de Campina Grande  irá assumir a concessão dos serviços de instalação e manutenção da iluminação das ruas, praças e avenidas do município, serviço atualmente realizado pela Energisa. A empresa permanece com a concessão para logradouros particulares.

A medida visa a adequação da cidade às resoluções nº 414 e nº 479 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que estabelecem que, até o final deste ano, os municípios devem assumir a responsabilidade sobre os chamados parques iluminados (pontos de luz das cidades, como praças, avenidas, ruas e logradouros).

De acordo com o secretário de Obras de Campina Grande, André Agra, estima-se que o município tenha entre 33 mil e 35 mil pontos de luz, localizados nas zonas rural e urbana. "Atualmente, a Prefeitura Municipal gerencia apenas 8% desses pontos de luz, enquanto a Energisa fica com 92%", informou. "A PMCG assume o serviço e passaremos a gerenciar todo esse parque de luz", declarou Agra.

Segundo Agra, a iniciativa visa melhorar a qualidade do serviço prestado e viabilizar o projeto de eficiência energética da cidade, com uso de LED e captação solar. Para isso, a Prefeitura está em processo de construir uma parceria com a iniciativa privada, através de modelo legal em estudo.

Atendimento

A Prefeitura disponibilizou um serviço de atendimento à população para realização de reclamações ou sugestões relacionadas à iluminação. O serviço está funcionando em horário comercial através do número provisório 3322-5594 – de acordo com a Secretaria de Obras (Secob), uma linha 0800 será providenciada em breve.