Receita apreende 12 toneladas de calçados em depósito de CG

Segundo o auditor fiscal Osvaldo Dunga, a carga estava escondida em um depósito e as notas fiscais dos produtos suspeitas. 

Uma carga com mais de 12 toneladas de calçados, e avaliada em mais de R$800 mil foi apreendida pela Receita Estadual da Paraíba na noite da terça-feira (1º), em Campina Grande. Segundo o auditor fiscal Osvaldo Dunga, a carga estava escondida em um depósito de com irregularidades e as notas fiscais dos produtos suspeitas. No local havia seguranças particulares, mas ninguém foi preso. 

Segundo o auditor fiscal, havia pelo menos dois meses que o local estava sob investigação da Receita Estadual, que aponta que os calçados eram armazenados em Campina Grande e transportados para Salvador, na Bahia, durante as madrugadas. "Já estávamos acompanhando o local, depois de atitudes suspeita. Havia um grande fluxo de entrada e saída no local. Investigamos a procedência dos calçados e quando confirmamos as suspeitas realizamos a ação para apreender os produtos”, disse Osvaldo Dunga. 
 
As notas fiscais apresentadas estavam em nomes de pessoas físicas, mas não constavam no banco de dados acessado pela Receita Estadual. O depósito tinha uma rotina de atividades e contava com vigilantes no local. Ao serem questionados sobre os produtos, os funcionários disseram que não tinham informações sobre a carga e que apenas fazia a segurança do local. Os responsáveis pelos calçados estão sendo procurados e serão sujeito à multa diária, caso não regularizem os produtos.