Manifestantes do MST interditam trechos de rodovias federais na Paraíba

De acordo com os organizadores, ato acontece para lembrar 20 anos do Massacre dos Carajás e pela Reforma Agrária. 

Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) interditaram os dois sentidos do km 127 da BR-101, em Caaporã, na divisa da Paraíba com Pernambuco. A interdição neste trecho da BR começou às 9h15 e seguiu até às 11h20, quando o trânsito foi liberado. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal da Paraíba (PRF-PB), o km 460 da BR-230, em Sousa, no Sertão Paraibano, também foi interditado às 9h20, mas foi liberado por volta das 9h40.

Ainda de acordo com a PRF, outro trecho da BR-361, o km 57, que passa pela cidade de Olho d’Água, no Sertão da Paraíba, também foi interditado às 10h25. A interdição acontece até o momento no local. 

Segundo o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a interdição é um protesto para lembrar os 20 anos do Massacre de Eldorado dos Carajás e pedir a punição dos responsáveis. O assassinato de 19 sem-terra no município localizado no sul do Pará, completa duas décadas no próximo domingo.

“A interdição também marca o início da Marcha Estadual pela Reforma Agrária Popular e Contra o Golpe. Amanhã mais de 650 sem-terra vão marchar de Campina Grande até João Pessoa para pedir a reforma e protestar contra o golpe”, explicou o coordenador do MST na Paraíba, Augusto Belarmino.  

 

Atualizada às 11h55.