Concluído inquérito de colisão entre trem e ônibus em Santa Rita

Resultado das investigações vai ser apresentado em coletiva na manhã desta sexta-feira (6). Acidente, ocorrido no mês de fevereiro, deixou cinco pessoas mortas.

Após pouco mais de dois meses, a Polícia Civil concluiu o inquérito referente à colisão entre um trem e um ônibus que deixou cinco pessoas mortas e outras feridas, em Santa Rita , na Região Metropolitana de João Pessoa . O resultado das investigações vai ser apresentado na manhã desta sexta-feira (6) na Central de Polícia Civil, na capital paraibana.

De acordo com a polícia, durante a entrevista coletiva vão se apresentados os detalhes da apuração e as perícias realizadas no local do acidente. A colisão aconteceu na tarde de 29 de fevereiro.

Na época do acidente, após ouvir os envolvidos, o delegado Antônio Farias decidiu indiciar o motorista do ônibus, o maquinista e o assistente de maquinista do trem por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). Esses indiciamentos podem ser confirmados nesta sexta-feira.

“O motorista disse que o ônibus estava interditado por uma moto e dois carros, já o maquinista disse que não tinha condições de frear. Eu os ouvi e indiciei os três por homicídio culposo”, disse o delegado após tomar os depoimentos. Antônio também tinha relatado que existia a possibilidade de indiciar o motoqueiro, pois testemunhas relataram que o homem teria parado, atendido ao telefone e ignorado o ônibus.

Imagens de uma câmera de segurança flagraram o momento do acidente entre o ônibus e o trem. No vídeo se visualiza o momento em que o ônibus para sobre a linha férrea e em seguida é atingido.
As imagens mostram quando o motorista do ônibus faz a conversão para cruzar a linha e é possível ver a presença de carros parados no outro lado. O ônibus para no trilho e momentos depois o trem surge na tela e acaba acontecendo a colisão.
 

Três vítimas morreram no local do acidente e outras duas foram internadas, mas acabaram não resistindo aos ferimentos.