Paraíba vai receber R$ 2,5 milhões para ações de vigilância

Ministério da Saúde liberou verbas para, entre outras iniciativas, combate a vetores de doenças. 

Com 35 mil casos suspeitos de dengue, a Paraíba vai receber cerca de R$ 2,5 milhões do Ministério da Saúde para combater, entre outros vetores de doenças, o mosquito Aedes Aegypti. O valor está dividido em R$ 1,7 milhão para o Piso Fixo de Vigilância em Saúde (PFVS), R$ 757 mil de Assistência Financeira Complementar (AFC) da União e R$ 39,8 mil referente ao incentivo financeiro (IF) para fortalecimento de políticas afetas à atuação dos 786 Agentes de Combate às Endemias do estado.

A AFC e o IF destinam-se exclusivamente ao pagamento do piso salarial nacional dos Agentes de Combate a Endemias (ACE), fundamentais para o desenvolvimento de ações de prevenção e controle da dengue, leishmaniose, chikungunya, entre outras doenças endêmicas no país.

No total, foram liberados R$ 114 milhões para todos os estados. É uma transferência direta do Fundo Nacional de Saúde (FNS) aos Fundos Municipais e Estaduais de Saúde.