Terminal Pesqueiro de Cabedelo é interditado após vazamento de gás amônia

Vazamento foi provocado pelo furto de equipamentos de refrigeração.

Foto: Arquivo

Um vazamento de gás amônia foi registrado no Terminal Pesqueiro de Cabedelo, na Grande João Pessoa. De acordo com a Prefeitura de Cabedelo, o vazamento foi percebido durante uma vistoria no local realizada na segunda-feira (27) e continuava até a noite desta terça-feira (28), mas em menor proporção.

Conforme a prefeitura, a área foi isolada e a orientação é que a população não se aproxime do local, já que o gás é tóxico e provoca irritações na pele, nos olhos e no nariz, podendo levar à morte.

Em nota, a prefeitura informou que o problema foi provocado pelo furto de peças do sistema que faz a refrigeração do terminal, que está abandonado. “Este terminal já não é utilizado e está passando por um processo de depredação, as pessoas furtam os equipamentos no interior do prédio. Foi por causa de um desses furtos que o vazamento ocorreu”, explicou o secretário de Meio Ambiente e Pesca do município, Walber Farias.

Um relatório deverá ser encaminhado para o Ministério da Agricultura e Pesca e o Terminal vai ser autuado, podendo resultar em uma multa para a Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca do Governo Federal, órgão responsável pelo local. A multa pode variar de R$ 500 a R$ 50.000,00.