Cratera na Índio Piragibe deve ser fechada até a tarde desta quarta, diz Cagepa

Fluxo de veículos no local foi desviado pela Semob-JP.

Buraco foi percebido na manhã desta terça (Foto: Walter Paparazzo)

Um vazamento de água, na rua Índio Piragibe, no bairro do Varadouro, em João Pessoa, abriu uma verdadeira cratera na rua que liga a capital à cidade de Bayeux. O enorme buraco foi percebido no começo da manhã desta segunda-feira (23). Na noite desta terça, equipes da Cagepa estavam no local para realizar reparos na tubulação. Conforme o órgão, a expectativa é que as obras sejam concluídas até o final da tarde desta quarta-feira (24).

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) chegou ao local por volta das 7h40. A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) isolou a via para evitar acidentes e desviou o fluxo de veículos no local. O trânsito no sentido João Pessoa-Bayeux foi interrompido próximo a ponte que faz a ligação entre as duas cidades. O fluxo de veículos no sentido Bayeux-João Pessoa, permanecia livre.

Em nota, a Prefeitura Municipal de João Pessoa informou que autuou a Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa) em virtude dos transtornos causados à população. A Companhia recebeu a notificação da multa com base no Código de Postura do Município e da Lei 13.549 de 2017, que dispõe sobre a fiscalização de obras que interfiram no pavimento de logradouros públicos da Capital.

Cagepa afirma que não tinha como prever incidente

A Cagepa, por sua vez, declarou que buraco não foi ocasionado por problemas na rede de esgotamento sanitário, e sim por rompimento na tubulação de água que abastece aquela localidade. “Ou seja, foi um problema imprevisível que, assim que tomamos conhecimento, iniciamos todos os reparos necessários ”, disse Joaquim Almeida, diretor de Operação e Manutenção da empresa. “É importante lembrar ainda que, como estabelece a legislação em vigor na Capital, nas situações de emergência ou imprevisibilidade, como foi neste caso da Índio Piragibe, só após constatado o fato é que a Cagepa é obrigada a comunicar à edilidade municipal. E foi assim que procedemos”, disse.

Joaquim Almeida ainda informou que técnicos da Cagepa estão trabalhando no local, desde as primeiras horas de hoje, para consertar o vazamento da tubulação e, posteriormente, efetuar o reparo do pavimento danificado. A previsão é para que todo o trabalho esteja concluído até esta quarta-feira. “Estaremos trabalhando durante toda à noite para efetuar a troca de 36 metros de tubulação”, finalizou.