Registros de homicídios caem 28% na PB durante 1º bimestre de 2019

De acordo com a Segurança estadual, mortes de mulheres também apresentou queda.


Os registros de homicídios caíram 11% na Paraíba no mês de fevereiro. O dado foi divulgado pela Secretaria de Segurança e Defesa Social do Estado, nesta sexta-feira (1º). De acordo com os números, foram contabilizados 86 casos de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte em morte, enquanto que no mesmo período do ano passado foram 97 assassinatos. Em relação ao 1º bimestre, a queda no número de registros chega a 28%, com 63 vítimas a menos que nos dois primeiros meses de 2018. Foram 225 CVLI em janeiro e fevereiro de 2018 e 162 este ano.

De acordo com a Secretaria de Segurança, um número que também apresentou queda foi o de assassinatos de mulheres em território paraibano. No 1º bimestre de 2019, a redução acumulada é de 69%, com sete registros nesse período, contra 23 nos mesmos meses do ano passado.

“Estamos em um processo de redução que não é isolado, se consolida mês a mês, e que se repete desde novembro de 2018 em relação ao mesmo mês no ano anterior. Temos o quarto mês de queda consecutiva, com destaque para janeiro e fevereiro, meses de menor número de assassinatos na última década quando comparados aos mesmos meses de anos anteriores. Esse trabalho envolve Polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, que parabenizamos por exitosas ações que incluem operações, prisões, além de apreensões de armas e drogas”, afirmou o secretário de Segurança, Jean Nunes.

De acordo com relatório do Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social, assim como o mês de janeiro, fevereiro de 2019 também foi aquele com menor registro de CVLI em relação aos meses de anos anteriores em toda a década.

No que se refere à redução por Área Integrada de Segurança Pública, totalizando 14 com redução: Queimadas (- 11 casos), Campina Grande (-11 casos), Bayeux (-7 casos), zona sul de João Pessoa (-7 casos), Monteiro (-7 casos), Esperança (-7 casos), Mamanguape (-7 casos), Santa Rita (-6 casos), Solânea (-6 casos), zona oeste de Campina Grande (-4 casos), Cajazeiras (-4 casos), Patos (-4 casos), Itaporanga (-3 casos) e Cabedelo (-1 caso).