Saúde prepara Espaço Cultural para testar pacientes com sintomas de Covid-19

Além da capital, outros 15 municípios que compõem as regiões de Saúde da Paraíba devem receber os testes rápidos na próxima semana.

Foto: Divulgação SECOM PB
Foto: Divulgação SECOM PB

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), começou a preparar a estrutura do Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, para realizar testes rápidos em pacientes com sintomas de Covid-19. Os exames devem começar a serem feitos a partir da próxima semana em pessoas que tenham um quadro de síndrome gripal, com febre, dores no corpo e coriza.

De acordo com a secretária executiva de Saúde, Renata Nóbrega, a melhor forma de aplicação dos testes está sendo estudada. “Devemos fazer com drive thru ou com filas, respeitando o controle rigoroso da Vigilância. Nós estamos estudando a bula do teste rápido no Lacen para definir a melhor estratégia e, caso a pessoa já tenha ultrapassado o período da sintomatologia, a gente vai fazer essa captação com a imunidade da doença”, explicou.

Além dos kits de testes rápidos recebidos pelo Ministério da Saúde, que devem ser aplicados com sintomas compatíveis aos de infecção pelo novo coronavírus, os 16 postos das regionais de Saúde e as Secretaria Municipais de Saúde de João Pessoa e Campina Grande estão recebendo os insumos para testagem em profissionais da Saúde e Segurança Públicas.

Ao todo, serão distribuídos testes rápidos para diagnóstico de Covid-19 nas cidades de Campina Grande, Patos, Pombal, Sousa, Cajazeiras, Monteiro, Picuí e em outros municípios que compõem as 16 regiões de Saúde da Paraíba.

 

Coronavírus na Paraíba

 

A Paraíba chegou, no fim da noite desta segunda-feira (13), ao total de 126 casos confirmados para o novo coronavírus (Covid-19). O novo boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES) foi divulgados às 19h, uma hora após os secretários da pasta anunciarem em um transmissão ao vivo nas redes sociais que o estado teria chegado a 117 casos. O único número mantido foi o total de mortes, que na Paraíba permanece em 16.