HU de CG registra primeiras altas de pacientes recuperados da Covid-19

As duas pacientes estavam internadas na UTI da unidade há cinco dias, e saíram recuperadas na segunda (25).

Foto: Divulgação/HUAC
Foto: Divulgação/HUAC

O Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC), em Campina Grande, registrou as duas primeiras altas de pacientes recuperadas da Covid-19 que estavam em tratamento na unidade. As duas mulheres, de 46 e 47 anos de idade, estavam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o dia 20 de maio, e após o tratamento, saíram do hospital na segunda-feira (25).

Após receberem alta, as duas pacientes foram recepcionadas por profissionais de saúde do HUAC e por familiares, que comemoraram a recuperação com aplausos e músicas. Para terem uma lembrança da vitória contra a Covid-19, as pacientes recuperadas receberam cartazes com a mensagem “eu venci a Covid-19”.

“Só tenho a agradecer a Deus em primeiro lugar e a vocês, os anjos da saúde!”, disse uma das pacientes.

Para Marcela Medeiros, fisioterapeuta da unidade, presenciar os primeiros registros de alta de paciente infectados pelo novo coronavírus são tem preço, e toda a equipe médica sente orgulho de poder fazer parte de histórias como estas.

“Foi com grande gratidão a Deus e satisfação que pude presenciar as duas primeiras altas hospitalares da UTI Covid do HUAC. Não tem preço que pague a felicidade de ter visto de perto a emoção das duas moças que conseguiram vencer essa batalha. Em nome da equipe de reabilitação do HUAC, posso dizer que estamos sentindo orgulho em fazer parte dessa história de superação.”

O Hospital Universitário Alcides Carneiro faz parte das unidades hospitalares de Campina Grande inseridas no Plano de Contingência de combate à Covid-19. Na última semana, a unidade reativou 24 leitos para tratamento exclusivo de infectados pelo novo coronavírus, sendo 12 de UTI e 12 de enfermaria. Na segunda-feira (25), quando Campina Grande possuía 870 casos confirmados, a ocupação de leitos no HU estava em 50%, segundo a prefeitura da cidade.