Tiroteio mata seis suspeitos e deixa dois feridos, durante tentativa de assalto a bancos

PM apreendeu armas, munições, explosivos e até uma serra elétrica, que cortou árvores para impedir a entrada de policiais na cidade.

Foto: Divulgação/Polícia Militar
Parte do material apreendido, que foi utilizado pelo bando durante a ação. Foto: Divulgação/Polícia Militar

Seis homens foram mortos e outros dois presos em um tiroteio com policiais militares, durante uma ação na madrugada desta quarta-feira (17), que impediu ataques a agências bancárias da cidade de Areia, no Brejo da Paraíba. Os suspeitos eram dos estados da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e São Paulo.

De acordo com informações da Polícia Militar, os acessos à cidade foram fechados por volta das 3h pelo bando e durante uma intensa troca de tiros, quatro suspeitos morreram e dois foram socorridos para hospitais da região, mas morrendo logo em seguida.

Os dois outros homens que foram presos, um foi socorrido sob custódia para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande e o outro, que afirmou aos policiais ser morador da cidade de Areia, foi encaminhado à sede da Polícia Federal, em Campina Grande, que ficará responsável pela investigação.

Com o bando foram encontradas armas, munições, explosivos, grampos, alicates e até uma serra elétrica, que segundo a Polícia, foi usada para derrubar árvores e bloquear os acessos ao município, com o objetivo de impedir a ação da Polícia. Entre os armamentos foram apreendidas uma submetralhadora, uma pistola calibre 45, dois revólveres, uma carabina calibre 44 e uma espingarda calibre 12.