Pandemia: bispo de Campina Grande se emociona durante celebração de corpus christi

Foto: reprodução

A celebração de corpus christi ontem, na catedral de Campina Grande, foi transmitida através da internet. Mais de 7 mil pessoas acompanharam a missa, celebrada pelo bipo Dom Dulcênio Fontes de Matos. Não houve procissão, nem aglomeração de fiéis. As portas da igreja permaneceram fechadas, como aconteceu em praticamente todas as igrejas católicas do país, por conta da pandemia do coronavírus. Diante de uma igreja praticamente vazia, o bispo se emocionou durante a consagração.
Clique aqui e veja o vídeo
“Não tem sido fácil porque estamos acostumados a termos as pessoas em nossa igreja. E não só com relação à presença, mas pensando nessas ovelhas de Cristo que gostariam de estar aqui e estão privadas, não podem”, explicou o religioso, ao falar sobre o momento de emoção, após a missa. As demais celebrações, nas 70 cidades da diocese de Campina Grande, seguiram o mesmo formato – sem público e transmitidas pela internet.
A emoção de Dom Dulcênio, certamente, pode ser traduzida pelos números diários de casos de covid-19 e mortes, registrados no país, na Paraíba e em Campina Grande. A cidade tem mais de 3,5 mil casos confirmados da doença e 66 óbitos, conforme a Secretaria de Saúde municipal. No Estado são mais de 25 mil casos e 570 mortes.
As lágrimas de Dulcênio são um sinal claro de respeito à dor e ao drama vivenciado pelas famílias. São um exemplo a ser seguido por muitos, que ainda não se sensibilizaram com a tragédia humanitária que estamos vivendo.

Veja também  Seguindo o Estado, prefeitura de Campina Grande transfere feriado do dia do servidor