Reforma trabalhista trará vantagens a quem não tinha direitos, diz Temer

Segundo o presidente, o Dia do Trabalho deste é um ‘momento histórico’.

Em mensagem pelo Dia do Trabalho, divulgada por meio das redes sociais, na manhã desta segunda -feira (1º), o presidente Michel Temer disse que a reforma das leis trabalhistas que tramita no Congresso Nacional faz do 1º de Maio deste ano um “momento histórico”.

Temer afirmou que a “modernização das leis trabalhistas” criará emprego para os jovens e concederá direitos a trabalhadores que antes não tinham, como os temporários. Ele destacou a proposta de que acordos negociados entre trabalhadores e patrões prevaleça sobre o que diz a lei, que consta no texto da reforma.

“Além de mais empregos, o resultado será mais harmonia na relação de trabalho, e, portanto, menos ações na Justiça”, disse o presidente.

>>Confira os principais pontos da reforma trabalhista aprovada na Câmara

Veja também  CBN promove sabatinas com pré-candidatos ao Governo da Paraíba; Jornal da Paraíba faz transmissão ao vivo

Temer destacou a queda da inflação, desde que assumiu o cargo, como elemento que demonstra a recuperação da economia, o que levará a uma redução do desemprego, que hoje atinge mais de 14 milhões de brasileiros, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“É com trabalho que vamos vencer nossas dificuldades. Os resultados já começam a aparecer”, disse o presidente. “Acredite no Brasil, acredite na força de cada um em transformar o nosso País”, completou.