Em 13 dias, prefeituras recebem R$ 324 milhões de FPM; segunda cota foi paga hoje

Recursos devem ser destinados ao pagamento do 13º salário dos servidores municipais.

As 223 prefeituras da Paraíba não têm desculpa para não pagar o 13º salários dos servidores públicos municipais, nesta quinta-feira (20), prazo final para a quitação do abono natalino. Em 13 dias, os gestores paraibanos receberam brutos R$ 324 milhões. Vale ressaltar que a folha dos professores e servidores da Educação é paga com os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Noventa prefeituras paraibanas ainda não pagaram o 13° dos servidores

A segunda cota do FPM de dezembro foi paga nesta quinta-feira pelo governo federal no total de R$ 60,6 milhões brutos. De acordo com a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o segundo decênio é 22% menor do que o valor transferido em 20 de dezembro de 2017, na ordem de R$ 77,9 milhões.

No dia 10 deste mês, foi creditado o repasse de R$ 134 milhões brutos nas contas das prefeituras da Paraíba. No dia 7 de dezembro, os municípios paraibanos receberam de FPM R$ 130 milhões. Os recursos deveriam ser utilizados para o pagamento do 13º salário dos servidores e a folha de pessoal deste mês.

Municípios

A Prefeitura de João Pessoa recebeu, em 13 dias, R$ 35,6 milhões brutos de FPM. A segunda maior fatia foi para Campina Grande. A PMCG percebeu, no período, cerca de R$ 12 milhões. Santa Rita, por sua vez, recebeu R$ 5,2 milhões. Já a prefeitura de Patos embolsou, em menos de duas semanas, R$ 4,6 milhões de FPM, seguida por Bayeux (R$ 4,4 milhões).

Por sua vez, Sousa, Cabedelo e Cajazeiras perceberam, no período R$ 3,6 milhões. Já 135 prefeituras, de pequenos municípios, ficaram R$ 890 mil. Entre eles, estão Alcantil, Aparecida, Boa Vista, Cabaceiras, Caldas Brandão, Cubati, Junco do Seridó, Marcação, Mataraca, Marizópolis, Nova Palmeira, Riachão, São Mamede, Serraria, Sobrado e Zabelê.