FPM cresce 29% e prefeituras da Paraíba recebem R$ 135 milhões

No acumulado do mês, municípios paraibanos vão embolsar R$ 307 milhões.

Os cofres municipais receberão, nesta quarta-feira (30), o último Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do mês de janeiro de 2019. Segundo análise da Confederação Nacional de Municípios (CNM), é 29,54% maior que o montante repassado no mesmo decêndio do ano passado, sem considerar os efeitos da inflação. Será partilhado entre todas as prefeituras da Paraíba R$ 135 milhões brutos. Somando com os valores as duas primeiras cotas do mês, os gestores municipais paraibanos fecham janeiro com R$ 307 milhões.

A terceira cota do FPM desta quarta, em comparação com o valor bruto repassado no mesmo período de 2018, apresenta crescimento de 29,54% – termos nominais. No acumulado do mês, o crescimento será de 17,29%.

Conforme análise da série histórica do FPM, o repasse referente aos três primeiros meses do ano representa uma entrada elevada de recursos nas contas municipais. É importante nestes meses, que os gestores municipais mantenham cautela em suas gestões e fiquem atentos ao gerir os recursos municipais.

Veja também  Governador sanciona lei que inaugura programa “Paraíba Primeira Infância”

A Confederação ressalta que é preciso planejamento e reestruturação dos compromissos financeiros das prefeituras para que seja possível o fechamento das contas.

Divisão dos recursos

Nesta quarta, a prefeitura de João Pessoa receberá a maior fatia do FPM: R$ 14,7 milhões. O segundo maior montante será destinado a Campina Grande. A PMCG perceberá mais de R$ 4 milhões. Santa Rita, por sua vez, embolsará R$ 2,2 milhões. Já a prefeitura de Patos vai receber R$ 1,9 milhão e Bayeux, R$ 1,8 milhão.

Para os cofres das prefeituras de Sousa, Cabedelo e Cajazeiras, o governo federal repassará R$ 1,4 milhão. Já 135 prefeituras, de pequenos municípios, vão ficar com pouco mais de R$ 368 mil brutos. Entre eles, estão Alcantil, Aparecida, Boa Vista, Cabaceiras, Caldas Brandão, Cubati, Junco do Seridó, Marcação, Mataraca, Marizópolis, Nova Palmeira, Riachão, São Mamede, Serraria, Sobrado e Zabelê.