João Paulo Medeiros

Cássio diz que é "absurdo" que marca com nome do São João "possa virar patrimônio privado"

Ex-senador lembrou que marca é antiga e pertence ao povo de Campina Grande

Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

Ex-prefeito de Campina Grande e filho do poeta Ronaldo Cunha Lima, um dos idealizadores do ‘Maior São João do Mundo’, o ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) reagiu à informação de que uma marca – com o nome do São João de Campina Grande – foi registrada por uma empresa privada.
A informação foi trazida pelo Blog no post anterior.

“É um absurdo imaginar que a marca possa virar patrimônio privado. Um desrespeito à toda a cidade, que seguramente vai reagir a isso. É uma marca de domínio público”, assinalou ao Blog o ex-senador.

A marca “Campina Grande O Maior São João do Mundo” foi registrada pela empresa que tem promovido a festa há alguns anos, a Meadow Promo Serviços de Eventos e Estruturas LTDA – ME. O registro foi concluído em janeiro deste ano, junto ao Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI).
A prefeitura, contudo, informou que só tomou conhecimento do fato na última sexta-feira e deverá ingressar na Justiça para tentar ‘derrubar’ o registro.
O blog pediu informações à empresa Meadow, mas até a publicação deste post não obteve respostas. O espaço, claro, continua aberto.

Veja também  Após entrega de obra no Sertão, Bolsonaro deverá passar por Campina Grande